Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''serms''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Principais discussões
    • Venda de Suplementos
    • Dieta e suplementação
    • Treinamento
    • Esteroides Anabolizantes e outros ergogênicos
    • Geral
    • Terapia de reposição hormonal (TRT E TRH)
    • Diário de Treino
    • Saúde e bem estar
    • Fisiculturismo
    • Sala de avaliação / Antes e depois
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Off-Topic
    • Entrevistas
  • Assuntos gerais
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
  • Fórum
    • Funcionamento do fórum
    • Lixeira

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Encontrado 22 registros

  1. Olá, pessoal. Gostaria de saber da opinião de vocês sobre a TPC para o meu ciclo. Irei realizar o protocolo padrão Serms com Clomid e Tamoxifeno, mas gostaria de saber de vocês se vocês acham que é algo realmente necessário. Fiz um ciclo de 5 semanas de Estanozolol (3 comprimidos por dia/ tomada 2 de Silimarina) 10 semanas de Durateston (2ml por semana) Estou terminando o meu ciclo do durateston e iniciaria o Serms após 21 dias da última aplicação. Não tive nenhum efeito colateral significante, mas gostaria de recuperar o meu eixo o mais rápido possível. Gostaria da opinião de vocês sobre a TPC que estou planejando fazer. Desde já agradeço, abraço!
  2. Olá, pessoal. Este é meu primeiro contato com o fórum do site, de modo que se eu vir a infringir alguma regra, será por desconhecimento da mesma e, desde já, peço desculpas aos administradores e colegas do fórum. Vou tentar aqui criar um tópico a exemplo do formato de outros que já vi em atividade aqui no fórum. Tenho 32 anos e vou fazer, pela primeira vez, o uso de hormônios. O ciclo que elaborei visa ganho de massa associado a uma dieta bulking e foi embasado em conversas com um conhecido da academia (aparentemente experiente no assunto), artigos do site do Dudu Haluch e posts e artigos aqui do fórum, como: . [Artigo] Planejando O Primeiro Ciclo (Por luiseduardo21); . [Artigo] Manual Da Terapia Pós-Ciclo (Tpc) (Por luiseduardo21); . A Bíblia Do Estrogênio - Por Gh15 (Por Hannibal Lecter); . Hcg - O Que É E Como Administrar (Por MrSaizen); Dentre outros. Algumas medidas minhas como possível referência: . Altura – 1,83m . Peso – 88kg . Braço – 42cm . Coxa – 63cm . Panturrilha – 42cm CICLO 1-12 240mg de Enantato de Testosterona (dividido em 2 aplicações semanais) 1-12 400mg de Undecilenato de Boldenona (dividido em 2 aplicações semanais) 3-12 500UI de HCG (dividido em 2 aplicações semanais) TPC 16-19 40mg de Tamoxifeno /dia (20mg de 12 em 12 horas) 20-23 20mg de Tamoxifeno /dia Principal dúvida: . IA’s... cada fonte diz uma coisa diferente, cada artigo “prova” uma tese diferente... enfim. Pelas minhas pesquisas concluí que o melhor IA a ser utilizado nesse protocolo seria o Exemestano. Porém não cheguei a uma conclusão concreta referente a se uso intra-ciclo, tpc, intra-ciclo e tpc, dosagens, etc... Demais dúvidas: . As dosagens que estipulei estão coerentes? . A TPC está iniciando no momento correto e durando o tempo correto? . A divisão atual do meu treino é ABCDE. Uma vez que vou ter uma recuperação muscular mais veloz durante o ciclo, seria coerente mudar a divisão do treino para ABCABC? . Eu já tenho um frasco de Boldenona da Strong X Labs (laboratório que todos os meus conhecidos hormonizados compram) e pretendo adquirir o resto dos produtos do mesmo. O HCG, porém, é minha dúvida; seria prudente comprar do mesmo laboratório? E o HCG pode ser de uso veterinário? . Alguém sabe dizer se as farmácias online Arte & Ciência e Barbozão são confiáveis para a comprar SERM’s e IA’s? Considerações: Antes de começar, durante e após o ciclo (iniciando pelo menos um ou dois meses após a quarentena) pretendo postar fotos posando para quem tiver interesse poder acompanhar a evolução. Atualmente estou em uma dieta cutting e treinando em casa (quarentena), com apenas exercício básicos, somente com polias e pesos livres. Pretendo baixar o meu BF ainda mais antes de iniciar o ciclo. Vou deixar algumas fotos do meu físico atual para possível referência. Desde já agradeço a todos os que participarem do processo.
  3. Fala galera, minha duvida é em relacao ao tamoxifeno, ele seria hepatotoxico? Dependendo do tempo de uso e dosagens ele poderia causar algum dano ao figado?
  4. Eai, pessoal... Bom, vou ser bem conciso nisso: eu estava lendo a bula do tamoxifeno e encontrei uma informação conflitante com tudo que eu já li aqui... estão dizendo que diminui a secreção de GnRH, o hormônio precursor do LH/FSH... aqui segue o texto Farmacologia: O Tamoxifeno é um agente antiestrogênico não esteroidal, derivado do trifeniletileno. Entretanto, em alguns tecidos ou órgãos (ossos e hipófise), o Tamoxifeno também exerce alguma atividade estrogênica. O mecanismo de ação não é completamente conhecido. Pesquisas in vitro sugerem uma ligação direta com o receptor estrogênico que resulta em uma transcrição do RNA desordenada e inibição da proliferação celular. A inibição celular também é causada pela influência do Tamoxifeno nos fatores de crescimento (fator de crescimento a e b, EGF,IFG-I). A afinidade do estradiol pelo receptor de estrogênio é muito maior do que a afinidade do Tamoxifeno. Portanto, em mulheres antes da menopausa, isto é importante para suprimir a produção natural de estrogênio. Em mulheres após a menopausa, o Tamoxifeno resulta em uma diminuição dos níveis de LH, FSH e prolactina, mas esta diminuição não é clinicamente significante. Durante a primeira semana de tratamento o nível de GnRH também diminui, recuperando-se posteriormente ao nível inicial. Em mulheres após a menopausa o Tamoxifeno não influencia o nível plasmático de estrogênio. Como isto pode ser possível, visto que é recomendavel como qualquer SERM na recuperação do eixo HPT? Sim, eu sei que estão citando "mulheres" e não "homens", mas igual está bem elucidado ali que inibiria a produção de GnRH, o hormônio liberador de gonadotrofinas (LH/FSH). Pelo amor de deus, me ajudem... já não sei mais como ter uma orientação do que fazer, quanta contradição nessa medicina...
  5. O raloxifeno aumenta SHBG?
  6. Tenho 23 anos malhei durante 4 anos.... Parei por 1 ano estava parado e retornei a dois anos... Sou novo no forum...Com a a ajuda de alguns parceiros do grupo montei um ciclo do seguinte maneira: 1/9 Enantato 500mg/semana (2x 250mg) 1/8 Decanoato 400mg/semana (2x 200mg) 1/8 Anastrozol (1mg dsdn) TPC SERMS quatro semanas após o ultimo shot 1º - 14º dia 100mg de CLOMID + 40mg de tamoxifeno 15º - 28º dia 50mg de CLOMID + 20mg de tamoxifeno. Estou um pouco indeciso quanto ao Tpc... Se puderem ajudar... Suplementação Durante o Ciclo : Whey Protein Albumina Maltodextrina Creatina Multivitaminico Dilatex Minhas Medidas: 23 anos 70Kg 1,79 de altura 39 de braço 107 de tórax 73 de CIC. Abdominal 11% de Bf obs sempre tive percentual baixo Obs: pela minha foto d perfil da para dar uma Avaliada eh a minha mesmo! Estou a disposição se faltar alguma informação desde ja obrigado....
  7. Sobre a relação que o tamoxifeno tem no FSH e LH; Já que o tamoxifeno estimula o FSH e LH, aumentando a testosterona dentro dos níveis de normalidade, gostaria de saber se após o término do uso do tamoxifeno os níveis de FSH, LH e Testosterona continuam os mesmos que estavam enquanto o uso do tamox (ou seja, se ficam estáveis) ou diminuem? Se alguém tiver como informar.. Agradeço!
  8. Olá, recentemente peguei exames de sangue, e deram o seguinte; Testosterona Total: 364,23 ng/dL (referência do Lab: 175,00 a 781,00ng/dL) SHBG: 18,5 nmol/L (referência do Lab: 13,2 a 89,5 nmol/L) Testosterona Livre: 9,779 ng/DL (referência do Lab: 3,400 a 24,600 ng/dL) Prolactina: 6,1 ng/mL (referência do Lab: 2,1 a 17,7 ng/mL) Estradiol: Inferior a 20pg/mL (referência do Lab: Inferior a 44pg/mL) Hormônio Luteinizante - LH: 2,95 mUI/mL (referência do Lab: 0,57 a 12,07mUI/mL) Hormônio Folículo Estimulante - FSH: 1,39mUI/mL (referência do Lab: 0,95 a 11,95 mUI/mL) TGO: 26 Unidades/ml (referência do Lab: 4 a 38 Unidades/ml) TGP: 22 Unidades/ml (referência do Lab: 4 a 42 Unidades/ml) Idade: 19 | Alimentação moderadamente hipercalórica, bem limpa (sem junk food) e bem variada (Comendo mais do que o gasto diário) | Suplementação com Ômega 3 e Vitamina D3 | BF de aproximadamente 15 a 17% | Exercícios compostos regulares de força (Média de 3 séries de 5 repetições) | Não tenho interesse em esteroides anabolizantes ou fármacos que de alguma forma influenciem negativamente o eixo HTP normal do organismo. | Nunca atingi nível maior de testosterona (Constatado em exame) do que 377ng/dL, e esses deste exame descrito acima são os melhores níveis de LH e FSH que atingi. Sendo que o LH e o FSH influenciam na quantidade de testosterona, gostaria de saber se teria alguma forma de aumentar o FSH e o LH, para uma melhor produção de testosterona. Pois recentemente vi o tópico de um colega que teria bagunçado o eixo HTP com utilização de esteroides, mas posteriormente teve uma melhora do eixo e consequentemente da testosterona. Tópico a seguir:
  9. Iniciei um protocolo para competição, porém não me foi passado nenhum IA OU SERM no começo do ciclo. Comecei a sentir sensibilidade no mamilo, estou na terceira aplicação de cyp. Dosagem baixa. A dúvida é a seguinte: 1- Se eu estivesse usando algum IA/SERM, sentiria essa sensibilidade também? 2- Não seria "melhor" introduzir estes fármacos no inicio do protocolo ao invés de introduzi-los só pra quando aparecer efeitos colaterais (no meu caso sensibilidade). Vejo muitos protocolos (treinadores famosos) com IA (mais comum anastro 0,5mg/dia) logo no inicio. Seria essa a melhor estratégia? obs: Comecei com 40mg/dia de tamox depois do aparecimento da sensibilidade. No momento usando apenas cyp
  10. A minha TT vem caindo nos últimos anos, como já era de se esperar. O médico me passou 5 duras, uma cada 12 dias, antes da ultima aplicação fazer coleta para novos exames e voltar lá. Pensando seriamente em comprar um androgel pra usar antes de espetar as duras. E fazer cada dura em duas aplicações, uma a cada 6 dias... Ou seria o caso de fazer um protocolo tipo serms, pra tentar "empurrar" o eixo? Uma vez um endócrino me passou anastro 0,2 dsdn e a testo subiu pra 500, e o estradiol sumiu, deu abaixo de 11, o lab não media abaixo disso. Segue os exames atuais FSH - HORMÔNIO FOLÍCULO ESTIMULANTE: 5,2 LH - HORMÔNIO LUTEINIZANTE: 3,67 ESTRADIOL ..................: 15,00 TESTOSTERONA TOTAL .........: 241,0 TESTOSTERONA LIVRE .........: 4,95 ng/dl 25 HIDROXI VITAMINA D.............: 29,4 TSH - HORMÔNIO TIREOESTIMULANTE ULTRA SENSÍVEL: 1,28 uUI/mL
  11. Galera estudo retirado do site do Dudu Haluch... Porquê NÃO usar CLOMID na TPC por Anthony Roberts (steiroids.com) “O aumento da testosterona com Nolvadex tamoxifeno para alguém com uma disfunção, e usando basicamente 20mgs de tamoxifeno vão aumentar seus níveis de testosterona em cerca de 150% (6) … Por que não usar Clomid, outro SERM? Bem, basicamente porque é preciso muito mais para fazer a mesma coisa. Em comparação, seria necessário 150mg de Clomid para realizar esse tipo de elevação da testosterona, mas Nolvadex também tem o benefício adicional de aumentar significativamente o LH (hormônio luteinizante) resposta ao LHRH (hormônio liberador de LH) (6). Este é o mais provável indica algum tipo de regulação alta do LH-receptores, devido ao efeito anti-estrogênico Nolvadex tem na pituitária (hipófise). Embora ambos os Nolvadex e Clomid são SERMs, eles são realmente muito diferentes. Como você já sabe, Nolvadex é altamente anti-estrogênicos no hipotálamo e na hipófise, enquanto apresenta fraca atividade estrogênica Clomid na pituitária (7), que como você pode imaginar, é inferior a ideal. Ele deve ser evitado para o TPC, estou sugerindo … e, de fato, evitado em geral … simplesmente não é tão bom como Nolvadex. Eu mesmo preciso acrescentar você precisa 150mg de Clomid para obter o aumento hormonal experimentado com 20mgs de Nolvadex, e Clomid é muito mais caro. Então vamos tirar o Clomid … e não usá-lo juntamente com Nolvadex já não irão dar “sinergia” que eu já vi em qualquer estudo relevante. Então, quanto Nolvadex você deve usar durante a TPC? Eu sou a favor usando 20mgs/dia, apesar de ser totalmente honesto, você pode, provavelmente, ainda fugir com muito menos do que isso. Doses tão baixas quanto 5mgs/dia já provaram ser tão eficaz quanto 20mgs/dia para determinadas áreas de estimulação gonadal. (8) 20mgs/dia, no entanto, é uma dose que eu e os outros têm usado com grande sucesso, e as pesquisas que fiz nesta área geralmente usa esta quantidade miligrama. Então, vamos ficar com 20mgs/dia por agora.” Referências: http://www.steroidology.com/forum/anabolic-steroid-forum/83184-post-cycle-therapy-anthony-roberts.html (6) Fertil Steril. 1978 Mar;29(3):320-7 (7) Disparate effect of clomiphene and tamoxifen on pituitary gonadotropin release in vitro. Adashi EY, Hsueh AJ, Bambino TH, Yen SS. Am J Physiol 1981 Feb;240(2):E125-30 (8) Effect of lower versus higher doses of tamoxifen on pituitary-gonadal function and sperm indices in oligozoospermic men.m Dony JM, Smals AG, Rolland R, Fauser BC, Thomas CM
  12. Olá pessoal , Sou novo no fórum, vim para relatar os detalhes de um ciclo que irei iniciar na próxima semana. Irei postar as informações antes, durante e após o termino. Espero que acompanhem.Sugestões e criticas construtivas são muito bem vindas. Ciclo - Proprianato de testosterona (não sei a marca ainda) + Stanozolol Landerlan(Stanozoland) -> Objetivo : Ganhos secos + densidade Meta 90KG SECO(9%BF já é suficiente) (só) . (Não pretendo atingir este objetivo somente neste ciclo. Para este segurando 5Kg depois da TPC já está de bom agrado). -> Escolhi prop. por reter menos, devido a meia vida curta. -> Fonte dos AEs é uma médico na região (SP) (Supostamente confiável ). * 8 Semanas + TPC -> Prop. 100mg(1,0ml) DSDN - São 3 bujões de 10ml, paguei R$200,00 em cada . -> Stano. 75mg(1,5ml) DSDN - São 3 bujões de 15ml, paguei R$100,00 em cada . -> Vou começar a TPC 5 dias após a ultima aplicação... Acredito que seja o suficiente, pois são AEs de meia vida curta. Tabela do ciclo : (Aplicação todo santo dia ). TPC Serms (Manipulado) : Paguei R$290,00 ( um pouco salgado). -> Tenha sempre em mãos (ginecomastia não tem perdão e nem volta sozinha) se necessário utilizar no meio do ciclo. Minhas características - Idade : 19 Peso : 81Kg Altura : 1,75m IMC: 26.4 (Sobrepeso... hahaha) (Negocio mal feito esse fator) BF: ~ 13% Repouso (dormindo) : em média 7hrs por noite. ( Isso hoje em dia é foda de manter). 3 anos de treino (sempre treinei de noite). Algumas fotos atuais : (Desconsiderem efeitos,textos, etc ...tenha visão geral para base). -> Não tem foto dos inferiores por enquanto , mas são consideravelmente bons e proporcionais .(Nada de perna de sabiá , ou homem picolé ). Dieta + Suplementação - Uma dieta BEM feita e evitar porcarias ( frituras,bebidas,doces,etc) é indispensável e acho que nem precisaria ser citado como obrigatório. Procuro comer de 2:30h em 2:30h em média e sempre misturo Carbo + proteína nas refeiçoes (e algumas com um pouco de gordura que é importante também). Carbos.: Batata doce , Macarrão integral , Arroz integral , etc... Proteinas : Clara de ovo , FRANGO , carne vermelha , alguns peixes , etc.. -> Seguro a catabolização durante o sono com Albumina ( absorção lenta). -> De manha não tenho tempo para tomar café então mando Hiper + Whey (Isso é ruim, quem puder tome um café da manha descente(Sólido)). -> Pré e pós treino shake Batata doce em pó + Whey -> O que funciona e é mais barato como dizia o Leo : Batata doce e frango(ou ovo) mesmo.. hehehe (principalmente antes e depois do treino que são as refeiçoes principais). Verduras e legumes : na maioria das refeiçoes (micro). Água : Constantemente durante todo o dia. Em média 5L por dia. Sal e açúcar : evitados.(porem nada de adoçante , é pra tomar amargo mesmo ). Suplementos: Whey ON - Potão de 2,2Kg que dura em média 2 meses e custa em média R$370,00 ( Acho caro, porem....). Hipercalorico MAX TITANIUM - Custa aproximadamente R$50,00 dura uns 20dias. Mult. Centrum - R$100,00 dura 3 meses (vale a pena). Veinox (tipo de Dilatex, dizem que é mais forte.E pra mim está sendo muito foda) - R$70,00 dura 30 dias se tomar só 4/dia. BCAA Em média R$70,00 não ligo muito pra marca dura 1 mês. Albumina MAX R$40,00 uso só pela noite Batata doce em pó R$20,00 cada saquinho ... dura quase nada ( 1 semana) Custo médio de suplementação mensal : R$450,00 Treino - Treino ABC 2x semana (simplesmente) . Drop set em alguns exercícios , isometria em outros mas nada de muito diferente. Acredito que consciência muscular e boa execução já traz o resultado desejado. Valor acad. R$ 120,00/mês Bem... com certeza devo ter esquecido de algo. Vou corrigindo com o tempo... O próximo post deve ser semana que vem ou no dia que eu começar o ciclo. Estou aguardando o proprianato chegar. Por enquanto é isso.. espero que gostem e acompanhem. Até... Vlw.
  13. Pessoal, boa tarde! Estou como com um duvida, Qual o melhor momento de parar de usar o anastrozol? Alguns artigos sugerem o desmame. Eu usei até agora por 10 dias seguidos 1 comprimido ao dia de 1mg de sexta 02/09 (tive sensibilidade, ciclando Enantato+Bolde, por 6 semanas, isso que ja operei ginecomastia em 2011) de sexta pra cá, ja mudei dia sim/dia não de anastrozol e a TPC com Serms começa dia 09/09... Devo continuar a usar o IA na TPC?
  14. Eai galera Belezinha? Irei iniciar em Junho agora esse ciclo, nao vou competir e NAO QUERO FICAR ON FIRE, o objetivo eh ciclar 2 vezes por ano. A questao do cruise seria pra consolidar os ganhos. O Stein que me auxiliou nessa estrutura e um post meu anterior, só aprimorei e coloquei mais detalhes para verificar se meu pensamento esta correto conforme conversamos. Idade: 24 Anos Tempo de Treino: 6 Anos, sem interrupções 2 anos Peso: 84kg Altura: 1,79 BF: Entre 11 a 13% Ciclos: Propionato + Stano 8 Semanas (Há um ano mais ou menos) Objetivo: Massa Magra, Qualidade muscular, sou usuário recreativo, nao irei competir. ESTRUTURA DO CICLO: - 1/1 Sem - Acetato de Trembolona: 50Mg (DSDN) - 2//2 Sem - Acetato de Trembolona: 75Mg (DSDN) - 3/12 Sem - Acetato de Trembolona: 100Mg (DSDN) - 1/12 Sem - Propionato de Testosterona: 100Mg (DSDN) - 7/12 Sem - Masteron: 150Mg (DSDN) Proteção: - 1/12 Sem - Anastrozol: 0,5mg (DSDN) - 10mg de Tamox TSD (Se houver sensibilidade nos mamilos, e cesso quando a sensibilidade acabar) - 3/12 Sem - HCG: 250UI(Terça e Quinta) - 0,25 Cabergolina (Se no exame de prolac apontar alteração significativa) Cruise: - 12/16 Sem - Enantato de Testosterona: 250mg/Sem - 12/16 Sem - Anastrozol 0,5mg (DS2DN) TPC: - 20/28 Sem - Vit E 1000UI (TSD) - 20/24 Sem - 40mg Tamox (TSD) - 24/28 Sem - 20mg Tamox (TSD) - 16/20 Sem - 0,5 Anastrozol (DS3DN) Duvidas: 1- Seria interessante eu mandar mesmo 12 semanas de Trembo? Sera que seria melhor 10 semanas? 2- Interessante o Masteron no final pra dar aquela lapidada no shape? ou Enfia o masteron des do começo e abaixa pra 100mg? 3- Anastrozol vai segurar? ou melhor o Letrozol? A dosagem esta boa? 4- HCG no Intra ou melhor no Cruise com uma Dosagem maior? Aguardo opnioes dos amigos aqui. Grato pela atenção. att,
  15. Fala galera, Estou querendo iniciar meu 2o ciclo com foco em ganhos mais secos e depois de conversas e umas pesquisas decidi (a priori) por enantato (ciclo 6) + stano + boldenona. Idade: 30 anos Altura: 1,82m Peso: 94kg Tempo de treino: +- 5 anos de treino consistente, salvo algumas pausas (ano passado fiz uma cirurgia e tive que parar por 4 meses mas já voltei desde agosto, malhando com consistencia) Objetivo: ganhos mais secos, melhora do aspecto visual. BF Atual: 11% Contextualizando melhor, sou endomorfo e fui obeso até os 17 anos, quando emagreci 45kg. Fatalmente, isso acabou deixando um pouco de pele na região do peitoral e no abdômen. Fiz uma abdominoplastia no ano passado que melhorou bem o aspecto do abdômen, mas no peitoral preciso ganhar uma boa qtde de massa pra ficar como quero, ainda há um pouco de pele sobrando (mesmo assim, já melhorou muito ao longo dos anos de treino cm a hipertrofia do peitoral). Ao longo dos anos de treino consegui evoluir bem o corpo em relação ao que era, mas ainda longe de um físico que considero MANEIRO. Pela natureza mais lenta do enant e da bold, seriam 12 semanas estruturadas da seguinte forma: - 1 ml (300mg) ciclo 6 (conferi no site, está OK rsrs) + 1 ml bold(250mg) a cada 3 dias - 1ml (50mg) Stano Landerlan dsdn, sendo tsd no ultimo mês TPC SERMs padrão mesmo, ao final do ciclo. Dieta montada mas acho que vou em um nutri esportivo pra pegar algo mais organizado. Vale a pena falar pra ele que vou hormonizar? Para um ciclo com ganhos não tão absurdos (sou endomorfo -- tenho meio que medo dessas drogas de alta volumização tipo deca pois ganho peso fácil) mas com qualidade, vocês acham OK? Alguma sugestão ou ponto, mesmo que seja pra eu pesquisar mais especificamente sobre alguma coisa? Outro ponto, é que como citei quero dar um foco no treino de peito durante o ciclo. Pensei em treinar ABCDEB, com: 2a feira - Costas e Abs (Vale a pena fazer deadlift no bulk?) 3a feira - Peito 4a - Pernas 5a - Ombros/Traps/Abs 6a - braço e antebraço sab - peito de novo O que acham dessa divisão, pra dar um foco no peito? Obrigado por toda ajuda e informação que puderem passar.
  16. Muitas das pessoas que praticam musculação já ouviram falar sobre T.P.C. (Terapia pós Ciclo) como sendo algo indispensável para que não sejamos aniquilados pelos terríveis colaterais que a mídia fala que os anabolizantes possuem. Os 'mais-bem-informados' até conhecem o nome SERM's e gostam de professar a todos os amigos que é só fazer uma 'tpc serms' que não vai ter colaterais e ainda mantém os ganhos. (Isso que popularizou tanto a tal da tpc serm's) Mas vocês já se informaram sobre o que realmente é a T.P.C. SERM's? - Vou lhes explicar! SERM's é uma abreviatura para Selective Estrogen Receptor Modulators (Moduladores Seletivos dos Receptores de Estrogênio) e sua função é bloquear os efeitos estrogênicos no tecido mamário. (lê-se: evitar ginecomastia). Se um dos moduladores está no receptor de estrogênio do tecido mamário, não sobra espaço para o estrogênio se anexar ao tecido. Se estrogênio não está ligado a uma célula da mama, a célula não recebe sinais do estrogênio para crescerem e se multiplicar. (lê-se: não temos ginecomastia) Células de outros tecidos do corpo, tais como ossos e músculos também têm receptores de estrogênio, mas cada receptor de estrogênio tem uma estrutura ligeiramente diferente, dependendo do tipo de célula em que se encontra. Assim, receptores de estrogênio de células do tecido mamário são diferentes dos receptores de estrogênio de células dos osso, músculos, etc. Como o próprio nome diz, SERMs é "seletivo" - isso significa que a T.P.C. SERM's que inibe a ação dos blocos de estrogênio em células da mama pode (e irá) manter ativada a ação do estrogênio em outras células como ossos, fígado entre tantas outras. Existem 3 princípios ativos que são usados como moduladores seletivos do receptor de estrogênio do tecido mamário, são eles: TAMOXIFENO, RALOXIFENO e CLOMIFENO. Todos são ótimos para sua função hepática e perfil lipídico visto que aumentam o estrogênio plasmático, porém impedem a ação do estrogênio em áreas específicas como seio, evitando a tão temida Ginecomastia. Esses aqui são grandes aliados dos bodybuilders e cada um tem a sua peculiaridade. Atenção: Vale salientar que todos tem efeito rebote ao cessar o uso pois os receptores bloqueados, agora estão livres, e isso faz com que tenha um aumento considerável caso a retirada seja repentina! TAMOXIFENO: É o mais poderoso quando o assunto é o aumento da produção de testosterona e LH e FSH, também é o que mais aumenta a sensibilidade da Pituitária ao GnRH, fazendo ela produzir mais LH e conseqüentemente testosterona por estimulação dos testículos. Mas ele tem um lado ruim para ser usado intra-ciclo, ele diminui o IGF-1 em até 25%, o que seria péssimos para quem está tentando otimizar os ganhos. Já numa TPC, ele é o padrão ouro para ser usado justamente pelo que citei nas 3 primeiras linhas. RALOXIFENO: Existem algumas vantagens em relação ao Tamox. Apesar de perder em 20% para o Tamox no quesito aumento de LH/FSH/TESTO, ele por sua vez, não diminui ABSOLUTAMENTE NADA seu IGF-1, sendo assim, ideal para ser usado INTRA-CICLO, outra coisa, ele tem o poder de aumentar sua densidade óssea, coisa que o Tamoxifeno não faz, e essa característica é ainda melhor quando combinado com a Nandrolona, que aumenta a elasticidade do seus tendões e melhora suas conectividades. É seguro para ser usado em conjunto com AE 19-nor e é o MELHOR para tratamento e reversão da Ginecomastia ganhando do Tamoxifeno com uma frente de 50%. CLOMIFENO: É o mais fraco dentre todos os SERMs, diminui a sensibilidade da Pituitária ao GnRH, tem efeitos colaterais que, embora raros, podem ser IRREVERSÍVEIS caso se manifestem, por essas e outras razões eu não indico o clomifeno e ainda penso que os outros citados acima podem ser usados sem associação com o clomifeno. Recomendação pessoal do Herr Psn: Fazer uso de um Inibidor de Aromatase durante todo o ciclo e fazer um desmame após o final das aplicações até o inicio da T.P.C. (T.P.C. que eu indico ser realizada APENAS com tamoxífeno). Há quem diga para manter o I.A. durante a T.P.C. , porém, eu indico utilizarem apenas o tamoxífeno com intuito de "aumento da produção de testosterona e LH e FSH", não usando o I.A. uma vez que a testosterona já estaria normalizada e a aromatização já não seria uma possibilidade. fontes: http://www.breastcancer.org/treatment/hormonal/serms e Dr. Leandro Almeida -- Att, Herr Psn
  17. Boas, existem alguns estudos que comprovam um aumento da Testosterona induzido pelo uso de SERMS: No caso do tamoxifeno quase duplica a Test a 3 meses. O que seria positivo para um Off- Cycle poi não é test exogena mas sim produção natural. No entanto nas discussões sobre este assunto nos fóruns internacionais não parece muito evidente os seus efeitos anabólicos. Deixo algumas questões para quem já tenha tido a experiência ou tenha o conhecimento , uma vez que já vi este assunto ser abordado aqui no forum mas apenas superficialmente: - Apesar da Testosterona aumentar é suficiente para obter alguma vantagem anabólica? - Nesse caso porque é que não é mais usado como suplemento ao inves dos Test boosters que não tem efeitos nem próximos destes resultados? - Os efeitos colaterais de um uso prolongado anulam as vantagens? - Existe algum tipo de desregulação nomeadamente estrogenio elevar? Obrigado
  18. Galera, boa tarde. Venho por meio desta pedir as criticas e opinioes da galera pra meu primeiro ciclo que to planejando .. NO PLANO, este é apenas o primeiro .. Usarerei apenas 1 ester de testo que para começar acredito que ja de uma quebrada na homeostase e vai servir de experiência pra colaterais, aplicações, controle financeiro de um ciclo de etc. Seguem dados: 20 ANOS PESO 90KG BF = N sei mas to em cutting atualmente e o ciclo é pra qd acabar o cutting .. to tomando clenbuterol .. no OFF tomarei efedrina e voltarei com cetotifeno e clenbo pra finalizar terei consulta com um ortomolecular dia 04/03 o qual estarei expondo e adquirindo opiniao e se possivel fara acompanhamento antes/durante/depois do ciclo. Treino a uns 3 anos tive umas paradas mas nada significativo alem de que tive foco durante um tempo. fotos mais atuais no meu diário. SEGUEM DADOS DO CICLO: SUPLEMENTOS Omega 3 Complexo B Vitamina C Vitamina D DROGA Enantato 600mg/ml 1-8 TPC 1 a 14 = 100mg de clomid(clomifeno) + 40mg de tamoxifeno por dia 15 a 28 = 50mg de clomid(clomifeno) + 20mg de tamoxifeno por dia Letrozol fraciono em 4 partes e tomo a cada 4 dias se houver necessidade.
  19. Olá, estou postando um material, que o Antonio mencionou no seu relato, achei bem interessante compartilhar ele em um tópico, repassando: A testosterona, estrogênio e Envelhecimento Homens de meia-idade podem ter níveis normais de testosterona, mas podem ter a maioria dos sintomas da andropausa. Isso acontece porque estes homens devem ter níveis excessivamente altos de estrogênio, desequilíbrio na relação testosterona X estrogênio. O aumento do estrogênio pode ser tão fisiologicamente/psicologicamente negativo para nós, como os baixos níveis de testosterona. O problema para nós homens é que o aumento de estrogênio pode levar à diminuição da libido e da força erétil. Os músculos de ereção na base do pênis são embalados com receptores de testosterona. Com uma diminuição de testosterona (via aromatase - testosterona é transformada em estrogênio) , estes músculos (musculatura lisa peniana) lentamente atrofiam levando a dificuldades de ereção. O estrogênio está cada vez mais associado a problemas de próstata no longo prazo, incluindo o câncer Um dos fatos da meia-idade é esta ascensão da enzima aromatase, que leva a uma diminuição simultânea nos níveis de testosterona e aumento nos níveis de estrogênio, ou seja, estamos desfazendo do nosso principal hormônio masculino e ficando com o principal hormônio feminino. Por que os níveis de estrogênio aumentam com a idade? Os níveis de gordura adiposa aumentam com o envelhecimento, enquanto a massa muscular diminui. Este aumento de gordura do tecido resulta no aumento dos níveis teciduais da enzima aromatase, que converte a testosterona em estrogênio. Na verdade, esta conversão da testosterona é a única razão pela qual os homens têm estrogênio. Mas esse aumento da conversão ao estrógeno nos deixa com menos testosterona e diminui a massa muscular, o que torna mais fácil para nós ganharmos peso. Esta é outra razão pela qual o exercício é ainda a melhor medida crítica anti-envelhecimento: a musculação/exercício físico preserva (ou mesmo constrói) a massa muscular e a queima de gordura ao mesmo tempo. Com o processo de envelhecimento, a diminuição natural da testosterona leva a diminuição do ganho de massa magra, que por sua vez leva a um aumento dos níveis de estrogénio devido à aromatização adicional de testosterona a partir de gordura corporal extra. O maior contribuinte para um aumento da aromatase é o peso extra em torno de sua cintura. As células de gordura são conhecidos para armazenar a enzima aromatase e muitos estudos têm demonstrado os seus efeitos nocivos sobre a testosterona. As células de gordura levam à criação e a conversão de testosterona em mais estrogênio As células de gordura também são conhecidos por "cuspir para fora" produtos químicos que causam a inflamação por todo o corpo, também por prejudicar a função cardio-vascular e dos tecidos eréteis. Estar acima do peso está fortemente correlacionada com questões eréteis. O estrogênio é análogo em muitos aspectos, para o sexo masculino. Níveis excessivamente elevados de estrogênio provavelmente vai levar a câncer de próstata, andropausa e perda de força erétil e libido. A obesidade leva a um acúmulo de tecido perigoso de estrogênio. A acumulação da próstata de DHT, estradiol, estrona e é, em parte, intimamente correlacionada com o envelhecimento. Estradiol e estrona são duas formas de estrogênio, nem de que você quer acumular em seus tecidos. Em outras palavras, a menopausa masculina ou andropausa é o desequilíbrio entre estrogênio X testosterona. Mais gordura corporal = Mais novas células de gordura Mais aromatase acumulada = Mais conversão em estrogênio = Menos testosterona As células de gordura crescem em grande número quando você engorda, novas células de gordura se traduzem em mais aromatase (enzima que converte testosterona em estrogênio). Como a testosterona cai e sobe de estrogênio com níveis crescentes de gordura corporal, eventualmente, um ponto desagradável de hipogonadismo secundário pode ser alcançado, onde a testosterona cai terrivelmente É por isso que ao perder peso, muitas vezes você pode obter um aumento substancial nos níveis de testosterona. Pouca testosterona nos receptores de andrógenos Os níveis elevados de estrogênio faz seu corpo ter cada vez menos receptores de andrógenos. Quando o estrogênio se liga a um receptor androgênico, ele não ativa esse receptor. Testosterona ativa os receptores de testosterona para que eles façam aquilo que é suposto fazer. Estrogênio deixa-o inerte e sem vida. > Nos homens, o aumento de estrogênio está associado com a coagulação do sangue aumentada, estreitamento das artérias e as doenças cardíacas. > O excesso de estrogênio aumenta a SHBG, a proteína que se liga à testosterona. Isso diminui a testosterona livre, e consequentemente a testosterona "bio disponível", que é a utilizável pelo corpo. __________________________________________________________________________________________________ INIBIDORES DE AROMATASE (IA) X LIBIDO X ESTROGÊNIO Os estrogênios exercem muitos efeitos no metabolismo lipídico, dentre os quais os mais importantes são os efeitos sobre os níveis séricos das lipoproteínas e dos triglicerídeos. Em geral, os estrogênios elevam ligeiramente os triglicerídeos séricos e diminuem suavemente os níveis séricos do colesterol total. Contudo, as ações mais importantes parecem ser o aumento das concentrações das lipoproteínas de alta densidade (HDL) e a redução dos níveis das lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e da lipoproteína [LP(a)]. A existência de receptores estrogênicos (ER) no fígado sugere que os efeitos benéficos do estrogênio no metabolismo das lipoproteínas sejam devidos em parte às ações hepáticas diretas. Os estrogênios também alteram a composição da bile, aumentando a secreção de colesterol e reduzindo a dos ácidos biliares, o que aumenta a saturação da bile com colesterol. Logo, a utilização de IA pode prejudicar muito o perfil lipídico do usuário. Estudos mostram que o tratamento combinado de testosterona e estradiol causam um grande aumento da libido. A libido (desejo sexual) são dependentes, em parte, de estrógenos, que se ligam aos receptores dopaminérgicos D1, receptores adrenérgicos, receptores opioides ou receptores do ácido gamma-amino butírico. Os estrógenos (com sua capacidade de melhorar a síntese de NO (OXIDO NÍTRICO), através da estimulação da NO sintetase, e a produção de prostaciclina) tem importante papel na vasodilatação e com isso são muito importantes para o processo de ereção peniana. Vale ressaltar aqui que o desejo sexual não se deve exclusivamente ao estrógeno sozinho ou ao andrógeno. O estrógeno também regula a ação do DHT (mais importante regulador da ejaculação e da sua duração), através de um aumento da duração de seu efeito (inibe a entrada acelerada do DHT na estruturas celulares neuronais) e com isso promove uma ejaculação sem problemas. Em suma, o estrógeno é necessário para a atividade sexual masculina. Aromatase x Estrógenos Em um estudo a inativação da aromatase em homens provocou completa perda da agressividade e flutuações das suas taxas pode influenciar em transtornos da personalidade mostrando importante ação desses hormônios no comportamente agressivo dos homens. Logo, ja esta mais do que claro a importância dos estrógenos na agressividade masculina. Estrogênio X Equilíbrio Mental Existem receptores estrógenos-específicos em diversas estruturas do SNC, como córtex, sistema límbico, hipocampo, cerebelo e amígdala. A ligação dos estrógenos aos receptores teria importante papel na síntese, liberação e metabolismo de neurotransmissores como noradrenalina, dopamina, serotonina e acetilcolina. Eles também apresentam uma ação sinérgica inibitória em várias regiões cerebrais e promovem a liberação de triptofano de suas proteínas ligantes plasmáticas, facilitando sua conversão a serotonina. Sua ação sobre neuropeptídeos (fator de liberação de corticotropinas [CRF] e neuropeptídeos Y [NPY], por exemplo) também colaboraria para a modulação do humor e de outras atividades, como a termo-regulação, o controle da saciedade, do apetite e da pressão arterial. É de se esperar que em períodos de abrupta/intensa variação dos níveis de estrógeno circulante (como no pós-ciclo) ocorra maior vulnerabilidade para o desenvolvimento de transtornos psíquicos (particularmente transtornos cognitivos e de humor). Os neurotransmissores que são estimulados pelo estrógenos são responsáveis pelos estados de bom humor e alegria, logo uma queda na sua síntese (pela queda da taxa de estrógenos) pode ser prejudicial para o bem-estar do usuário. FUNÇÃO TIREOIDIANA X ESTRÓGENOS A função tireoidiana (síntese e secreção dos hormônios T3 e T4) também sofre modulações pela ação dos estrógenos. Muitos estudos relatam aumento da responsividade do TSH (hormônio estimulador da tireóide) ao TRH (hormônio liberador da tireotropina) mostrando um possível estímulo à tireóide, e tudo indica que esse fato ocorre devido à aromatização uma vez que o estradiol mostrou-se capaz de aumentar a densidade e a expressão dos receptores hipofisários de TRH e T3 e de causar down-regulation da ectoenzima destruidora de TRH (alterando os níveis de transcrição do gene que sintetiza a enzima) na hipófise. Sabe-se também que os estrógenos funcionam como reguladores da enzima 5’-desiodinase tipo I e II. A D1 é encontrada no fígado, rim e tireóide e é responsável pela síntese de T3 circulante, enquanto a DII localiza-se na hipófise, tecido muscular, cérebro e no coração e é responsável pela síntese de T3 intracelular e ambas as formas são estimuladas pelo hormônio, aumentando o metabolismo do T4 em T3 (forma biologicamente ativa).Como curiosidade, na função da tireóide, o uso de AI (inibidores da aromatase) não é recomendado, pois os estrógenos são necessários para a atividade normal da glândula e para o metabolismo periférico dos hormônios e a aromatização da testosterona em estrógeno é necessária para a modulação da função normal do hipotálamo e da hipófise. Normalização dos níveis de LH, FSH e testosterona e a retomada da espermiogênese Sabe-se que a concentração de estrogênios no líquido dos túbulos seminíferos é muito alta e, provavelmente, desempenha papel importante na espermiogênese. Acredita-se que esse estrogênio seja formado pelas células de Sertoli, pela conversão da testosterona em estradiol. O GnRH é essencial para a função reprodutiva dos homens, através da estimulação da secreção de FSH e LH pela hipófise. Sua ação se da pela sua ligação ao seu receptor (GnRHRec) nas células gonadotróficas da adenohipófise. O estradiol se mostrou capaz de aumentar a ligação do GnRH ao seu receptor na hipófise e de quadruplicar a síntese do mRNA do GnRHRec e tudo isso aumenta a secreção de LH (em duas/três vezes), através do aumento da resposta ao hormônio precurssor. Estrogênio: Efeitos colaterais Homens só precisam de pequenas quantidades de estrogênio para uma ótima saúde. Aqui estão apenas algumas das coisas desagradáveis ​​estrogênio pode fazer com a gente: > Diminuir a produção de testosterona. (Ele se liga aos receptores de testosterona no cérebro que sinalizam para o corpo a produzir mais testosterona.) > Broccolis Brócolis (e outros vegetais crucíferos, como couve-flor e repolho) são potentes bloqueadores de estradiol, realizado através do fitoquímico encontrado no brócolis, chamado indóis, indole-3-carbinol (I3C). I3C tem efeitos na redução do estradiol em mulheres, proteção e prevenção do câncer de mama. Nos homens, proteção ao câncer de próstata. > O estrogênio "perigoso" é E2, ou estradiol. Normalmente, quando se está falando sobre o estrogênio, esta é a forma que está sendo referido. Moléculas irmã são estrona (E1) e estrial (E3). Aqui estão três maneiras principais que mostram o quanto os homens precisam de níveis de estrogênio adequados e quão baixo estrogênio pode pôr em perigo a carreira, relacionamentos e saúde do homem: 1. Manutenção osso. O estrogênio é criticamente importante para a função cerebral, mesmo nos homens. Pesquisadores descobriram que é importante para a memória verbal, em particular. O estrogênio é também essencial para o crescimento de novas ligações neuronais e manutenção neuronal. Sim, a testosterona tem um efeito profundo sobre o cérebro do sexo masculino, mas estrogénio adequado não é menos importante.Devo mencionar, porém, que alguns estrogênio é essencial para a saúde óssea. De fato, um dos principais problemas que os baixos homens testosterona pode ter também está tendo baixa de estrógeno (já que o estrogênio é feita a partir de testosterona). Baixa de estrogênio, pelo menos no longo prazo, vai realmente levar a osteoporose, que é outra razão para manter sua testosterona através TRH (Terapia de Reposição Hormonal). 2. Disfunção Erétil. Os resultados são preliminares, mas é evidente que o estrogénio em machos na verdade desempenha um papel importante na produção de óxido nítrico. É claro que não é nenhum segredo que a testosterona estimula o óxido nítrico, mas os pesquisadores ficaram surpresos ao descobrir que os homens não eram receptores de estrogênio críticos que estimulam eNOS também. Portanto, pode ser quase tão importante para o controlo dos níveis de estrogénio como a testosterona em homens idosos. 3. Memória verbal e função cerebral. O estrogênio é criticamente importante para a função cerebral, mesmo nos homens. Pesquisadores descobriram que é importante para a memória verbal, em particular. O estrogênio é também essencial para o crescimento de novas ligações neuronais e manutenção neuronal. Sim, a testosterona tem um efeito profundo sobre o cérebro do sexo masculino, mas estrogénio adequado não é menos importante. > zinco e extratos de chá verde (EGCG) Diminuem a aromatização da testosterona em estrogênio: > Álcool O álcool é um aumentador de estrogênio. No entanto, o álcool não aumentar estrogénio através da actividade do enzima aromatase. Ele aumenta estrógeno inibindo o "sistema P430" do fígado, que é responsável, entre muitas outras coisas, para limpar o estrogênio do sangue. Em outras palavras, o álcool conduz a um aumento dos níveis de estrogénio, porque o corpo é limpa a partir do sangue mais lentamente. Álcool está associado com a saúde do coração, mas se você está lutando com questões que parecem estar relacionados ao estrogênio (como ginecomastia, perda de libido, baixa porcentagem de testosterona livre, disfunção erétil, etc), eu iria demitir álcool por algum tempo e ver se isso ajuda. Inibidor de aromatase. > Cialis > Extrato de Semente de Uva + Vitamina C Pode diminuir um pouco a testosterona livre porque pode aumentar SHBG, a proteína que se liga a testosterona. > Chrysin + piperina Chrysin pode inibir a conversão da função da tiróide T4 para T3 e, assim, provocar um impacto negativo. Isso poderia levar ao ganho de peso, o que sabotam controle de estrogênio. fonte: https://sites.google.com/site/welsonlemos/saude-plena/-estrogenio-no-homem tentei melhorar um pouco, mas não modifiquei nada. apenas corrigi alguns erros de formatação abraços, vamos discutir isso?
  20. Eu n estou nem perto de fazer um ciclo, (estaria se meu gato me permitisse,) mas me diga num ciclo mais usado, como Dura e stano, ou dura e deca , ou dura e o diabo a 4 , vc usaria a SERMs, eu acho ela tipo muito química, altera porrada de coisa no organismo, eu usaria isso. 50MG de zinco vitamina D 5000UI Vitamina E 1000UI tribulus terrestri tamox 30mg essas vitaminas substituiriam o clomi legal ? ? Qro opiniões....
  21. Olá pessoal em alguma semanas começarei o meu ciclo do spyder , o que vcs recomendam de suplementação ? e eu poderia tomar o spyder junto com epistane ? pretendo comprar whey , malto , creatina , oleo de peixe e multivitaminico para tomar junto TPC já está completa (Serms) obrigado !
  22. pessoal, tenho uma duvida bem curta. mais pra frente vou fazer um ciclo de diana e durateston(1º ciclo) tenho medo de aparecer gineco(quem não tem?! kkk) então pretendo usar 10mg de tamoxifeno até o fim da mv(meia vida) da ultima droga(fim da MV da durateston) então fica a dúvida: se eu utilizar tamoxifeno durante todo o ciclo e até o final da MV, e não sentir nada a respeito da ginecomastia, poderei fazer a tpc apenas com clomid para reposição hormonal?
×
×
  • Criar Novo...