Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui

Digo2

Membro

Conteúdo continua após a publicidade.

  • Total de itens

    45
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Sobre Digo2

  • Rank
    Iniciante

Profile Information

  • Idade
    27

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Concordo que parte não seria absorvida, eu sendo leigo, suponho que o organismo não tenha eficiencia em metabolizar tudo isso em pouco tempo para transformar todo excedente em gordura. Pelos vídeos do próprio Corbucci, em teoria mesmo que ele estiver fazendo uma dieta bem hipocalórica durante a semana para fazer o desafio no final de semana, ainda assim ele estaria jogando massa magra fora para poder balancear a gordura... e não é o que parece pelo shape dele, e nem das outras pessoas que fazem tais desafios.
  2. Olá. bateu uma dúvida forte, Se uma pessoa em um dia off, ingerir cerca de 20~25 mil kcal, é possível engordar 2 quilos de gordura nesse dia? Vi vários vídeos dos desafios 20mil kcal, e alguns vídeos do Corbucci, vi também que ele segue uma dieta especifica durante a semana pra balancear o ganho que ele teria do dia. Mas se, essa pessoa manter a dieta da semana no GCD, e comer as 20mil kcal, sendo q cada quilo de gordura eh 7mil kcal, ela engordaria esses 2 quilos em 2 dia só, ou o corpo jogaria fora uma parte das kcal? Na minha opinião dever ter alguns fatores biologicos que mudariam o resultado mas, não posso opinar por ser leigo, somente curioso.
  3. Gostaria de saber uma coisa, não tenho certeza se achei meu GCD. Terminei o cutting e fiz a transição um bom tempo. Teoricamente estou no meu GCD 2350kcal. porém o peso está aumentando cerca de 250gr por semana na academia, até ai tudo bem. Mas como estou no meu "GCD" e estou fazendo uma refeição lixo durante o final de semana (com essa refeição passo umas 1000kcal~ 1200kcal do GCD no dia), gostaria de saber se essas 250gr seriam provavelmente devido a essa refeição lixo, ou, estou tendo um excedente calórico diário. E se for provavelmente só por causa do dia do lixo, se esses ganhos que tive provavelmente foram só gorduras? ou ajudou na MM também? Pelo espelho não parece que mudou muito, mas fui de 72 para mais ou menos(depende o dia) 74kg nesse ultimo mês.
  4. Hmmm entedi, pelo tópico que você citou ainda fala de uma janela de 3h a 4h entre o pré e o pós. Então para mim deve dar mais ou menos certo, pois umas 14h como peito de frango(com outras coisas) pré-treino as 15h30 tomo iogurte+leite e algum alimento integral, treino as 16h, as 18h15 mais ou menos já como outra carne, geralmente patinho sem gordura. É então, eu realmente não acho que essa de whey pos treino funcione, a não ser em casos específicos. Eu realmente só acho válido para bater os macros se precisar, que é o que faço.
  5. Boa noite, Galera, sei que já foi falado inúmeras vezes em vários lugares sobre pós-treino. Porém, a maioria dos tópicos que achei no fórum e em outros sites são coisas antigas, que por exemplo ainda falam sobre comer de "3 em 3 horas" que foi derrubado faz tempo. Sabendo que, independente do tempo que você divide ou quantas vezes você divide a refeição no dia, o que importa é você bater os macros e as calorias não importando hora nem quantidade(obvio que com alimentos bons, e com micro nutrientes também). Sobre o pós-treino, é realmente necessário? Vi muita divergência sobre isso na internet. Se eu treinar e me alimentar sei lá, 2 horas depois do treino, vai fazer muita diferença do que tomar um whey+carbo no pós treino? Estou preferindo tomar o whey ou durante a manhã, ou anoite em um hipercalórico que faço para bater os macros quando necessário, realmente se necessário, porque prefiro bater os macros com alimento sólido.
  6. Ressucitando denovo isso aqui, na fase de consolidação deve-se comer a TMB mesmo e ir aumentado ou a GCD? porque o deficit já é próximo da TMB, no caso ter uma TMB de 1800kcal e um gcd de 2300kcal. Se a pessoa estiver cortando 500kcal no cutting, a TMB basicamente é o valor que ela ingere em Cutting, ou seja, na consolidação ela deve comer quanto para se acostumar?
  7. Opa valeu!, vou usar esse modo ai. A sobre o epoc eu sei que não é tudo isso mesmo, ele gera por horas mas vai decaindo a porcentagem do gasto, não é que igual alguns "marketings" que falam que vai durar 48h, o que eu estava preocupado era que no epoc a porcentagem vai caindo de hora em hora e não saberia qual valor colocar, vou usar 10% , como estou em cutting, para estar mais seguro quanto as calorias. De qualquer forma obrigado!
  8. Muito bom o tópico, parabéns Esclareceu minha desconfiança que eu tinha sobre as calculadoras famosas por ai, apesar de um resultado não tão longe, porém com diferença, mostra de onde são tirados os valores que eu sempre ficava com pé atras. Porém ainda me restou uma dúvida, onde entra o HIIT no site para pegar os MET? não achei uma opção para isso, e como é bem diferente de um aeróbico longo não sei no que me basear. E outra coisa, seria interessante para praticantes de HIIT e musculação intensa fazer não o modo diário e sim o semanal correto? Pois existe sim uma queima pós exercício que dura um tempo consideravelmente longo, horas e horas, de acordo com estudos tanto de pessoas obesas quanto pessoas atléticas. No caso faço treino ABCD sendo,: Seg: Peito, triceps Ter: Costas, biceps Qua: abdominais e HIIT Qui: Ombros e abdomen Sex:Pernas Sab: HIIT Dom: descanço Fora isso meu nível de atividade dia a dia é bem leve. Porém durante a recuperação do músculo acredito que há um gasto de calorias correto?
  9. Bom como dito no título, meu questionamento seria sobre como é definido nos cálculos a musculação em si, pois em vários lugares que pesquisei encontrei controvérsias. Começou quando estava pesquisando sobre cálculo de taxa metabólica basal e gasto calórico diário, e nesses cálculos(tanto testes online quanto as formulas em si) sempre há um campo para seu nível de atividade física. Eu já tinha ouvido falar e lido em vários lugares sobre esse cálculo, mas durante todo minha vida sempre fui no "olhometro" para minha dieta. Então decidi que ia seguir uma dieta para perder o excesso de gordura na barriga e um pouco no triceps, assim fui fazer o tal cálculo e cheguei no campo nível de atividade física e eu realmente fiquei confuso, onde musculação se encaixaria? Assim fui pesquisar em vários lugares e há várias contradições, inclusive dentro da minha própria academia, no caso elas são: -Musculação em si como um exercício anaeróbico não gasta muitas calorias, cerca de 280kcal durante um período de 1 hora de treino, então se considera uma atividade leve. -Musculação dependendo da carga está em um nível de atividade moderado a intenso, porque ela continua queimando calorias após várias horas após o treino em si alem de acelerar o metabolismo. Começando pela primeira afirmação, aqui http://www.cdof.com.br/nutri1.htm e em várias outras fontes, que vocês já devem ter visto, tem uma base de calorias gastas por exercícios para você colocar nas formulas de seus cálculos, no caso a musculação por 1h se da a 280kcal. Em diversos lugares inclusive no fórum vi pessoas dizendo que sim, é para colocar como atividade leve porque porque não há um gasto grande de calorias, e seria necessário outras atividades aeróbicas para mudar a categoria de exercício, além de outras atividades durante o dia, por exemplo trabalho pesado etc. Na segunda afirmação que contradiz a primeira, se dá ao colocar atividade no mínimo moderada, pois a musculação altera sim o metabolismo, além de continuar queimando calorias durante o processo de recuperação do músculo que se dá durante várias horas após o treino. Também já li artigos sobre isso nesse fórum e em vários outros lugares que pesquisei, vou colocar fontes de exemplo só para se inteirarem se não souberem do que estou falando. Não são fontes de artigos e estudos porém da para saber do que estou falando. E sim existem estudos sobre isso mas estou sem as fontes. https://www.ativo.com/fitness/musculacao-queima-calorias/ e http://www.posfmu.com.br/musculacao-queima-calorias-ate-48h-depois-do-exercicio/noticia/268 Agora fica a dúvida, uma pessoa no qual, o trabalho não exige esforço físico ex: trabalho em frente ao computador, e vai para a academia fazer somente musculação sem aeróbicos, de 4 a 5 vezes por semana, se encaixaria em Atividade Leve, Moderado, Intenso, ou até mesmo sedentário( que no caso eu discordo muito)? na opinião de vocês. Já respondendo acima, como meu caso, o trabalho é realmente em frente a um computador e faço raramente alguma outra atividade que não é musculação, na minha opinião deveria sim ser considerado no mínimo moderado, pois como a primeira afirmação não cita a queima após o exercícios e como se trata de um cálculo que envolve aceleração do metabolismo, acho que o músculo continua gastando calorias durante seu período de recuperação durante várias horas e isso interferiria no resultado de gasto calórico diário. Como não faço e não sou nenhum pouco fã de aeróbicos, eu vejo que se quiser acelerar mais ainda a perda de gordura um HIIT, pelo gasto pós exercício e a aceleração do metabolismo também, porém isso já entraria em outra discussão que não vem ao caso. Minhas informações são: Peso: 80kg (já estou em cutting faz 4 semanas, dieta como exercício moderado) Altura: 1,82 Bf vou medir ao final do cutting, mas é somente barriguinha leve. Treino musculação de 4 a 5 vezes na semana, ABCD de intensidade alta. O que realmente da medo depois de ler tanta coisa, é que no caso de cortar muito as calorias ou entrar em um estado de homeostase ou então acabar perdendo muita massa magra durante o cutting. Durante esse primeiro mês, consigo levantar as mesmas cargas de peso que antes, porém perdi sim cerca de 2 a 3 quilos, contando com a perda de retenção de água com a mudança da dieta. Então, qual seria a opinião de vocês?
×
×
  • Criar Novo...