Ir para conteúdo
Clique aqui

Felipe__

Membro
  • Total de itens

    247
  • Registro em

  • Última visita

Histórico de Reputação

  1. Gostei
    Felipe__ deu reputação a {..mAthEUs..} em Bulking E Cutting Para Naturais, Mitos E Equívocos   
    Agora estão desvirtuando falando sobre desvirtuação vs não desvirtuação em tópicos desvirtuados.
  2. Gostei
    Felipe__ deu reputação a T. Wall em Bulking E Cutting Para Naturais, Mitos E Equívocos   
    'Cês passaram 10+ páginas discutindo sobre low carbo, sendo que o foco do texto era tratar sobre o erro da estratégia Bulking e Cutting para naturais.






    Parabéns aos envolvidos.
  3. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de guicoelho2 em Consultoria Online   
    Só pelo cara falar que acha mais interessante um tamox intra ciclo que um IA já perde muitos pontos comigo...

    @topic

    Se você quer mesmo um coach procure alguém que REALMENTE entenda, não esses vloguers modinha, lembrando que mesmo com coach não te dá direito de não estudar nada , tenho um amigo que o E2 dele deu 350 e pouco e o "coach" dele mandou ele usar 1mg de anastro 2x por semana ( 2 comprimidos por semana) e depois fazer o desmame mandando 1mg por semana ( um comprimido de uma vez) . Fora que esse mesmo "coach" passou o seguinte protocolo pro primeiro ciclo do meu amigo:

    1-12 enan testo 200mg/wk com 1 shot semanal
    1-12 deca 200mg/wk com 1 shot semanal
    1-12 tren ace 100mg A CADA 3 DIAS
    8-12 50mg dbol

    E meu colega segue cegamente.
  4. Gostei
    Felipe__ deu reputação a T. Wall em [Debate] Mais Volume Vs Pouco Volume   
    8 páginas que se espremer não dá meia. (:
  5. Gostei
    Felipe__ deu reputação a leonardooosouza em Como As Pessoas Defendem O Ato De Comer Carne   
    Esse tópico deu fome de um bifão daqueles bem suculento mal passado.
  6. Gostei
    Felipe__ deu reputação a TheyCallMePeter em Artigo Traduzido - Como Aumentar Seus Níveis De Dopamina, A Molécula Da Motivação   
    Traduzido por: Dr. Roberto Franco do Amaral Neto, médico
    Retirado de: http://www.robertofrancodoamaral.com.br/blog/alimentacao/como-aumentar-seus-niveis-de-dopamina-a-molecula-da-motivacao/

    ================================================================================================



    A dopamina é um neurotransmissor fundamental para a motivação, foco e produtividade. Conheça os sintomas da deficiência de dopamina e formas naturais para aumentar os níveis de dopamina …
    Existem cerca de 100 bilhões de neurônios no cérebro humano – tantos quanto as estrelas da Via Láctea. Estas células se comunicam entre si através de substâncias químicas do cérebro chamadas neurotransmissores.
    A dopamina é o neurotransmissor responsável pela motivação, impulso e foco. Ela desempenha um papel em vários distúrbios mentais, incluindo depressão, dependências, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e esquizofrenia.
    Vamos dar uma olhada na dopamina – o que faz, sintomas da deficiência e como aumentá-la naturalmente.

    Dopamina: A molécula da motivação
    A dopamina tem sido chamado de nosso “molécula de motivação.” Ele aumenta o nosso direcionamento, foco e concentração. Ela nos permite planejar com antecedência e resistir aos impulsos, para que possamos alcançar nossos objetivos. Nos dá a sensação do “Eu fiz isso!” quando realizamos o que nos propusemos a fazer. Faz-nos competitivos e proporciona a emoção da “caçada” em todos os aspectos da vida – negócios, esportes e amor.
    A dopamina é responsável pelo nosso sistema de prazer e recompensa. (1) Ela nos permite ter sentimentos de prazer, felicidade e até mesmo euforia. Mas pouca dopamina pode deixar-nos fora de foco, desmotivados, apáticos e até mesmo deprimidos.


    Molécula da Dopamina

    Os sintomas de deficiência de dopamina
    Pessoas com baixas concentrações de dopamina carecem de entusiasmo pela vida. Elas apresentam baixo consumo de energia e motivação e muitas vezes dependem de cafeína, açúcar, ou outros estimulantes para passar o dia.
    Muitos dos sintomas comuns da deficiência de dopamina são semelhantes aos da depressão:
    · falta de motivação
    · fadiga
    · apatia
    · procrastinação
    · incapacidade de sentir prazer
    · baixa libido
    · problemas de sono
    · mudanças de humor
    · desespero
    · perda de memória
    · incapacidade de se concentrar
    Ratos de laboratório deficientes em dopamina tornaram-se tão apáticos e letárgicos que faltou motivação para comer e morreram de fome. (2) Por outro lado, algumas pessoas com baixa concentração de dopamina compensam isto com comportamentos auto-destrutivos, para conseguir um aumento na dopamina. Isso pode incluir o uso e abuso de cafeína, álcool, açúcar, drogas, compras, jogos de vídeo, sexo, poder, ou jogos de azar.

    Como aumentar a dopamina naturalmente
    Há uma abundância de formas insalubres ​​para aumentar a dopamina. Mas você não tem que recorrer ao “sexo, drogas e rock’n’roll” para aumentar seus níveis de dopamina. Aqui estão algumas maneiras saudáveis e comprovadas para aumentar os níveis de dopamina naturalmente.

    Alimentos que aumentam a Dopamina
    A dopamina é feita a partir do aminoácido tirosina. Comer uma dieta rica em tirosina irá garantir que você tenha os blocos básicos de construção, necessários para a produção da dopamina.
    Aqui está uma lista de alimentos ricos em tirosina: (3, 4, 5, 6)
    · todos os produtos de origem animal
    · amêndoas
    · maçãs
    · abacate
    · bananas
    · beterrabas
    · chocolate
    · café
    · favas
    · vegetais de folhas verdes
    · chá verde
    · feijão
    · farinha de aveia
    · vegetais marinhos
    · gergelim
    · sementes de abóbora
    · cúrcuma
    · melancia
    · gérmen de trigo

    Alimentos ricos em probióticos naturais, como iogurte, kefir, e chucrute cru também pode aumentar a produção da dopamina natural. De forma peculiar, a saúde de sua flora intestinal afeta sua produção de neurotransmissores.
    Uma superabundância de bactérias nocivas deixa subprodutos tóxicos chamados lipopolisacarídeos que reduzem os níveis de dopamina. (7)
    O açúcar foi relacionado com o aumento da dopamina, mas este é um aumento temporário, mais do tipo eliciado pela droga do que pela comida. (8)

    Suplementos de Dopamina
    Existem suplementos que podem aumentar os níveis de dopamina naturalmente.
    A curcumina é o ingrediente ativo na especiaria cúrcuma. Ela está disponível de forma isolada como um complemento. Ele atravessa facilmente a barreira hemato-encefálica e pode aumentar os níveis de dopamina. (9, 10, 11)
    A curcumina foi relacionada ao alívio das ações obsessivas e melhora da perda de memória associada, ao aumentar a dopamina. (12, 13)
    Ginkgo biloba é tradicionalmente usado para uma variedade de problemas relacionados ao cérebro – falta de concentração, esquecimento, dores de cabeça, fadiga, confusão mental, depressão e ansiedade. (14) Um dos mecanismos pelos quais a ginkgo funciona é através do aumento de dopamina. (15, 16)
    L-teanina é um componente encontrado no chá verde. Ele aumenta os níveis de dopamina, juntamente com outros neurotransmissores serotonina e GABA. (17, 18) A L-teanina melhora memória, aprendizagem e humor. (19, 20) Você pode obter o seu incremento de dopamina, tomando suplementos de L-teanina ou bebendo três xícaras de chá verde por dia. (21)
    L-tirosina – precursor para a dopamina – está disponível como um suplemento. Recomenda-se tomar acetil-L-tirosina – uma forma mais absorvível que atravessa facilmente a barreira hemato-encefálica. (22)
    Fosfatidilserina atua como “porteiro” do seu cérebro, regulando nutrientes e resíduos que entram e saem de seu cérebro. Pode aumentar os níveis de dopamina e melhorar a memória, a concentração, aprendizagem e TDAH. (23, 24, 25)

    Aumente a Dopamina com Exercícios
    O exercício físico é uma das melhores coisas que você pode fazer para o seu cérebro. Ele aumenta a produção de novas células cerebrais, retarda o seu envelhecimento e melhora o fluxo de nutrientes para o cérebro. Ele também pode aumentar seus níveis de dopamina e os neurotransmissores do “bem-estar”, serotonina e noradrenalina. (26)
    Dr. John Ratey, psiquiatra renomado e autor de “Centelha: A Revolucionária Nova Ciência do Exercício e do Cérebro”, estudou extensivamente os efeitos do exercício físico sobre o cérebro. Ele descobriu que o exercício aumenta os níveis basais de dopamina, promovendo o crescimento de novos receptores nas células cerebrais.
    A dopamina é responsável, em parte, pela elevada experiência dos corredores profissionais. (27) Mas você não precisa se exercitar vigorosamente para aprimorar seu cérebro. Fazer caminhadas ou exercícios suaves, sem impacto como yoga, tai chi, ou qi gong produzem poderosos benefícios para a mente e o corpo. (28, 29, 30)

    Aumente a Dopamina com Meditação
    Os benefícios da meditação têm sido comprovados em mais de 1.000 estudos. (31) Meditadores regulares experimentam elevada capacidade de aprender, aumento da criatividade, e relaxamento profundo. Tem sido demonstrado que a meditação aumenta a dopamina, melhorando o foco e a concentração. (32)
    Passatempos manuais de todos os tipos – tricô, costura, desenho, fotografia, tratamento de madeira, e reparos domésticos – concentram o cérebro de forma semelhante à meditação. Essas atividades aumentam a dopamina, afastam a depressão e protegem contra o envelhecimento do cérebro. (33)
    Ouvir música pode causar de liberação de dopamina. Estranhamente, você não tem sequer que ouvir a ouvir música para obter este neurotransmissor, que flui apenas pela antecipação da escuta. (34)

    Usando o sistema de recompensa do seu cérebro para equilibrar a Dopamina
    A dopamina funciona como um mecanismo de sobrevivência, liberando energia quando uma grande oportunidade está na frente de você. A dopamina nos recompensa quando estiverem satisfeitas as nossas necessidades. Nós adoramos as ondas de dopamina devido à forma como elas nos fazem sentir. Mas de acordo com a Dra. Loretta Graziano Breuning, autora do livro “Conheça seus produtos químicos da felicidade: dopamina, endorfina, ocitocina, a serotonina”, nós não somos projetados para experimentar um frisson de dopamina incessante. A caça constante por aumento de dopamina pode transformá-lo em um “Lobo de Wall Street” – movido por vícios, ganância e luxúria.
    Aqui estão algumas maneiras saudáveis ​​para equilibrar sua dopamina, trabalhando com o sistema de recompensa embutido no seu cérebro.

    Desfrute a busca
    Nossos ancestrais estavam em uma busca constante pela sobrevivência. Eles conseguiam uma onda de dopamina cada vez que achavam um novo pé de frutas ou um melhor ponto de pesca, porque isso significava que viveriam para procurar outro dia. Embora você ainda possa pegar frutas e peixes, há outras infinitas maneiras saudáveis ​​pelas quais você pode desfrutar a busca na vida moderna.
    Você pode procurar uma nova música para download, ingredientes especiais para cozinhar, barganhar um pacote de viagem, um item de colecionador difícil de encontrar ou esse presente perfeito para um ente querido. Você pode participar de passatempos especificamente orientados para missões como geocaching (atividade recreativa para encontrar um objeto escondido, por meio de coordenadas de GPS publicadas em um site), observação de aves, geologia amadora, arqueologia amadora, e coleta de todos os tipos.
    O ato de procurar e encontrar ativa seus circuitos de recompensa – sem arrependimentos posteriores.

    Criar metas de curto e longo prazos
    A dopamina é liberada quando se atinge um objetivo. Ter apenas metas de longo prazo é frustrante, então defina tanto metas de longo quanto de curto prazo. Metas a curto prazo não tem que ser algo grande. Eles podem ser tão simples como tentar uma nova receita, esvaziar sua pasta de e-mails, a limpeza de um armário, ou, finalmente, aprender a usar um novo aplicativo para o seu celular.
    Transforme as metas de longo prazo em pequenas metas de curto prazo para dar a si mesmo aumento de dopamina ao longo do caminho.

    Aceite novos desafios
    Conseguir uma promoção é um grande impulso de dopamina, mas isso não acontece muito frequentemente! Mas você pode criar suas próprias recompensas de dopamina, definindo uma meta e em seguida, dar pequenos passos em direção a ela todos os dias. Isso pode ser começar um novo programa de exercícios, aprender francês, ou desafiar a si mesmo a ir para casa do trabalho de forma diferente a cada dia, de preferência sem o uso de seu GPS.
    De acordo com a Dra. Breuning, trabalhando com metas, sem falhar por 45 dias, você estará treinando o seu cérebro para estimular a produção de dopamina de uma nova maneira.

    Dopamina e condições mentais
    A dopamina desempenha um papel muito importante na forma como vivemos nossas vidas, não sendo nenhuma surpresa, que quando o sistema de dopamina está fora de equilíbrio pode contribuir para muitas condições mentais. (35)
    Aqui estão três das condições mais comuns que têm uma ligação da dopamina.

    Dopamina e TDAH
    A causa subjacente do TDAH ainda é desconhecida. Até recentemente era amplamente aceito que a causa do TDAH seria, provavelmente, uma anormalidade na função da dopamina. Isso parece lógico já que a dopamina é essencial para manter o foco. A maioria dos medicamentos TDAH são baseados nesta teoria da “deficiência de dopamina”. Acredita-se que os medicamentos usados ​​para tratar o TDAH aumentam a liberação de dopamina e noradrenalina, enquanto a reduzem a sua taxa de recaptação. (36) No entanto, as pesquisas mais recentes sugerem que a principal causa de TDAH encontra-se em uma diferença estrutural na matéria cinzenta no cérebro e não dopamina. (37)



    Dopamina e Depressão
    A serotonina é a substância química do cérebro mais associada à depressão. Os inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS), como Paxil, Prozac, Zoloft, Celexa e Lexapro são prescritos para a depressão e atuam aumentando os níveis cerebrais de serotonina. Mas isso só funciona em cerca de 40% dos pacientes que os utilizam. (38)

    E os outros 60%?
    Há um crescente corpo de evidência que mostra que o baixo nível de dopamina e não de serotonina é a causa da depressão para muitos. Bupropiona (nome comercial Wellbutrin) provou ser eficaz para os pacientes que não foram ajudados pelos ISRSs, abordando a deficiência de dopamina. (39)
    Como determinar se a sua depressão ocorre mais provavelmente devido à deficiência de serotonina do que deficiência de dopamina? A depressão pela falta de serotonina é acompanhada de ansiedade e irritabilidade, enquanto a depressão pela falta de dopamina se expressa como letargia e falta de alegria de viver. (40)

    A dopamina e esquizofrenia
    A causa da esquizofrenia é desconhecida, mas acredita-se que a genética e fatores ambientais desempenham importantes papéis. (41) Uma teoria que prevalece é que ela é causada por um sistema de dopamina superativo. (42, 43) As provas de apoio para essa teoria é que os melhores medicamentos para tratar os sintomas da esquizofrenia se assemelham à dopamina e bloqueiam os receptores de dopamina. (44) No entanto, estes medicamentos podem levar dias para funcionar o que é indicativo de que o mecanismo exato ainda não é compreendido. (45)

    Como aumentar a dopamina em poucas palavras
    A dopamina é nossa “molécula de motivação.” É também responsável pelo nosso sistema de prazer e recompensa. Há maneiras saudáveis ​​e insalubres ​​para aumentar a dopamina. Formas insalubres ​​para aumentar a dopamina podem ser portas de entrada para a autodestruição e vícios. Maneiras saudáveis ​​incluem comer os alimentos certos, suplementos para aumentar a dopamina, exercício físico, e meditação. Saiba como aproveitar o seu sistema de recompensa para uma produção saudável de dopamina. Aproveite a busca, defina objetivos tanto de longo quanto de curto prazo e aceite novos desafios. Você vai se sentir mais vivo, focado, produtivo e motivado.

    ================================================================================================

    Originalmente traduzido a partir de: http://www.healthy-holistic-living.com/increase-dopamine-motivation-molecule.html

  7. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Nandrolonaa em Shape Do Cantor Belo   
    a androgenidade/ anabolismo da vagina da Gracyanne é de + de 8000/8000....
  8. Gostei
    Felipe__ deu reputação a HEAVY DUCCI em Shape Do Cantor Belo   
    Alimentação saudável. Muito brócolis, frango e batata doce. Kkkkkkkk
    Acho q soh de comer a graciane tsd ele já anaboliza.

    Ou sera q ela come ele??
  9. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Nuk3d em Entendendo O Estrogenio No Homem   
    A testosterona, estrogênio e Envelhecimento
    Homens de meia-idade podem ter níveis normais de testosterona, mas podem ter a maioria dos sintomas da andropausa.
    Isso acontece porque estes homens devem ter níveis excessivamente altos de estrogênio, desequilíbrio na relação
    testosterona X estrogênio. O aumento do estrogênio pode ser tão fisiologicamente/psicologicamente negativo para nós,
    como os baixos níveis de testosterona. O problema para nós homens é que o aumento de estrogênio pode levar à diminuição
    da libido e força erétil. Os músculos de ereção na base do pênis são embalados com receptores de testosterona. Como uma
    diminuição de testosterona (via aromatase - testosterona é transformada em estrogênio) , estes músculos (musculatura lisa
    peniana) lentamente atrofiam levando a dificuldades de ereção. O estrogênio está cada vez mais associada a problemas de
    próstata no longo prazo, incluindo o câncer.
    Um dos fatos da meia-idade é esta ascensão da aromatase, que leva a uma diminuição simultânea nos níveis de
    testosterona e aumento nos níveis de estrogênio. Estamos desfazendo do nosso principal hormônio masculino
    e ficando com o principal hormônio feminino.
    Por que os níveis de estrogênio aumentam com a idade?
    Os níveis de gordura adiposa aumenta com o envelhecimento, enquanto a massa muscular diminui. Este aumento de gordura
    do tecido resultada no aumento dos níveis teciduais de aromatase, que converte a testosterona em estrogênio. Na verdade,
    esta conversão da testosterona é a única razão pela qual os homens têm estrogênio. Mas esse aumento da conversão ao
    estrógeno nos deixa com menos testosterona e diminui a massa muscular, o que torna mais fácil para nós ganharmos peso
    doravante - ciclo do envelhecimento. Esta é outra razão pela qual o exercício é ainda a mais crítica medida anti-envelhecimento:
    a musculação/exercício físico preserva (ou mesmo constrói) a massa muscular e a queima de gordura ao mesmo tempo.
    Quando do processo de envelhecimento, a diminuição natural da testosterona leva a diminuição do ganho de
    massa magra, que por sua vez leva a um aumento dos níveis de estrogénio devido à aromatização adicional de
    testosterona a partir de gordura corporal extra.

    O maior contribuinte para um aumento da aromatase é o peso extra em torno de sua cintura.
    As células de gordura são conhecidos para armazenar a enzima aromatase e muitos estudos têm demonstrado os seus
    efeitos nocivos sobre a testosterona. As células de gordura levam à criação e a conversão de testosterona em mais estrogénio. As células de gordura também são conhecidos por "cuspir para fora" produtos químicos que causam a inflamação por todo o corpo, também por prejudicar a função cardio-vascular e dos tecidos eréteis. Estar acima do peso está fortemente correlacionada com questões eréteis. O estrogênio é análogo em muitos aspectos, para o sexo masculino. Níveis excessivamente elevados de estrogênio provavelmente vai levar a câncer de próstata, andropausa e perda de força erétil e libido.

    A obesidade leva a um acúmulo de tecido perigoso de estrogênio.
    A acumulação da próstata de DHT, estradiol, estrona e é, em parte, intimamente correlacionada com o envelhecimento. Estradiol e estrona são duas formas de estrogênio, nem de que você quer acumular em seus tecidos. Em outras palavras, a menopausa masculina ou andropausa é o desequilíbrio entre estrogênio X testosterona. Mais gordura corporal = Mais novas células de gordura
    Mais aromatase acumulada = Mais conversão em estrogênio = Menos testosterona
    As células de gordura crescem em grande número quando você engorda, novas células de gordura se traduzem em mais
    aromatase (enzima que converte testosterona em estrogênio). Como a testosterona cai e sobe de estrogênio com níveis crescentes de gordura corporal, eventualmente, um ponto desagradável de hipogonadismo secundário pode ser alcançado, onde a testosterona cai terrívelmente. É por isso que ao perder peso, muitas vezes você pode obter um aumento substancial nos níveis de testosterona.
    Pouca testosterona nos receptores de andrógenos
    Os níveis elevados de estrogênio faz seu corpo ter cada vez menos receptores de andrógenos. Quando o estrogênio
    se liga a um receptor androgênico, ele não ativa esse receptor. Testosterona ativa os receptores de testosterona para
    que eles façam aquilo que é suposto fazer. Estrogênio deixa-o inerte e sem vida.
    > Nos homens, o aumento de estrogénio está associada com a coagulação do sangue aumentada, estreitamento das
    artérias e as doenças cardíacas.
    > O excesso de estrogênio aumenta a SHBG, a proteína que se liga à testosterona. Isso diminui a testosterona livre,
    e consequentemente a testosterona "biodisponível", que é a utilizável pelo corpo.
    __________________________________________________________________________________________________
    INIBIDORES DE AROMATASE X LIBIDO X ESTROGÊNIO
    Os estrogênios exercem muitos efeitos no metabolismo lipídico, dentre os quais os mais importantes são os efeitos sobre os
    níveis séricos das lipoproteínas e dos triglicerídeos. Em geral, os estrogênios elevam ligeiramente os triglicerídeos séricos e
    diminuem suavemente os níveis séricos do colesterol total.
    Contudo, as ações mais importantes parecem ser o aumento das concentrações das lipoproteínas de alta densidade (HDL) e
    a redução dos níveis das lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e da lipoproteína [LP(a)]. A existência de receptores estrogênicos
    (ER) no fígado sugere que os efeitos benéficos do estrogênio no metabolismo das lipoproteínas sejam devidos em parte às
    ações hepáticas diretas. Os estrogênios também alteram a composição da bile, aumentando a secreção de colesterol e reduzindo
    a dos ácidos biliares, o que aumenta a saturação da bile com colesterol. Logo, a utilização de INIBIDORES DE AROMATASE
    pode prejudicar muito o perfil lipídico do usuário.

    Estudos mostram que o tratamento combinado de testosterona e estradiol causam um grande aumento da libido.

    A libido (desejo sexual) são dependentes, em parte, de estrógenos, que se ligam aos receptores dopaminérgicos D1, receptores adrenérgicos, receptores opióides ou receptores do ácido gamma-amino butírico. Os estrógenos (com sua capacidade de melhorar a síntese de NO (OXIDO NÍTRICO), através da estimulação da NO sintetase, e a produção de prostaciclina) tem importante papel na vasodilatação e com isso são muito importantes para o processo de ereção peniana. Vale resaltar aqui que o desejo sexual não se deve exclusivamente ao estrógeno sozinho ou ao andrógeno.
    O estrógeno também regula a ação do DHT (mais importante regulador da ejaculação e da sua duração), através de um aumento da duração de seu efeito (inibe a entrada acelerada do DHT na estruturas celulares neuronais) e com isso promove uma ejaculação sem problemas. Em suma, o estrógeno é necessário para a atividade sexual masculina.

    Aromatase x Estrógenos
    Em um estudo a inativação da aromatase em homens provocou completa perda da agressividade e flutuações das suas taxas pode influenciar em transtornos da personalidade mostrando importante ação desses hormônios no comportamente agressivo dos homens. Logo, ja esta mais do que claro a importância dos estrógenos na agressividade masculina.


    Estrogênio X Equilíbrio Mental
    Existem receptores estrógenos-específicos em diversas estruturas do SNC, como córtex, sistema límbico, hipocampo,
    cerebelo e amígdala. A ligação dos estrógenos aos receptores teria importante papel na síntese, liberação e metabolismo de neurotransmissores como noradrenalina, dopamina, serotonina e acetilcolina.
    Eles também apresentam uma ação MAO inibitória em várias regiões cerebrais e promovem a liberação de triptofano de suas proteínas ligantes plasmáticas, facilitando sua conversão a serotonina. Sua ação sobre neuropeptídeos (fator de liberação de corticotropinas [CRF] e neuropeptídeo Y [NPY], por exemplo) também colaboraria para a modulação do humor e de outras atividades, como a termo-regulação, o controle da saciedade, do apetite e da pressão arterial.
    É de se esperar que em períodos de abrupta/intensa variação dos níveis de estrógeno circulante (como no pós-ciclo) ocorra maior vulnerabilidade para o desenvolvimento de transtornos psíquicos (particularmente transtornos cognitivos e de humor). Os neurotransmissores que são estimulados pelo estrógenos são responsáveis pelos estados de bom humor e alegria, logo uma queda na sua síntese (pela queda da taxa de estrógenos) pode ser prejudicial para o bem-estar do usuário.

    FUNÇÃO TIREOIDIANA X ESTRÓGENOS
    A função tireoidiana (síntese e secreção dos hormônios T3 e T4) também sofre modulações pela ação dos estrógenos. Muitos estudos relatam aumento da responsividade do TSH (hormônio estimulador da tireóide) ao TRH (hormônio liberador da tireotropina) mostrando um possível estímulo à tireóide, e tudo indica que esse fato ocorre devido à aromatização uma vez que o estradiol mostrou-se capaz de aumentar a densidade e a expressão dos receptores hipofisários de TRH e T3 e
    de causar down-regulation da ectoenzima destruidora de TRH (alterando os níveis de transcrição do gene que sintetiza a enzima) na hipófise.
    Sabe-se também que os estrógenos funcionam como reguladores da enzima 5’-desiodinase tipo I e II. A D1 é encontrada
    no fígado, rim e tireóide e é responsável pela síntese de T3 circulante, enquanto a DII localiza-se na hipófise, tecido muscular, cérebro e no coração e é responsável pela síntese de T3 intracelular e ambas as formas são estimuladas pelo hormônio, aumentando o metabolismo do T4 em T3 (forma biologicamente ativa).
    Como curiosidade, na função da tireóide, o uso de AI (inibidores da aromatase) não é recomendado, pois os estrógenos
    são necessários para a atividade normal da glândula e para o metabolismo periférico dos hormônios e a aromatização da testosterona em estrógeno é necessária para a modulação da função normal do hipotálamo e da hipófise.


    Normalização dos níveis de LH, FSH e testosterona e a retomada da espermiogênese

    Sabe-se que a concentração de estrogênios no líquido dos túbulos seminíferos é muito alta e, provavelmente, desempenha papel importante na espermiogênese. Acredita-se que esse estrogênio seja formado pelas células de
    Sertoli, pela conversão da testosterona em estradiol.
    O GnRH é essencial para a função reprodutiva dos homens, através da estimulação da secreção de FSH e LH pela hipófise. Sua ação se da pela sua ligação ao seu receptor (GnRHRec) nas células gonadotróficas da adenohipófise.
    O estradiol se mostrou capaz de aumentar a ligação do GnRH ao seu receptor na hipófise e de quadruplicar a síntese do
    mRNA do GnRHRec e tudo isso aumenta a secreção de LH (em duas/três vezes), através do aumento da resposta ao
    hormônio precurssor.

    Estrogênio: Efeitos colaterais

    Homens só precisam de pequenas quantidades de estrogênio para uma ótima saúde.
    Aqui estão apenas algumas das coisas desagradáveis ​​estrogênio pode fazer com a gente:
    > Diminuir a produção de testosterona. (Ele se liga aos receptores de testosterona no cérebro que sinalizam para o corpo a produzir mais testosterona.)
    > Broccolis
    Brócolis (e outros vegetais crucíferos, como couve-flor e repolho) são potentes bloqueadores de estradiol, realizado através do fitoquímico encontrado no brócolis, chamado indóis, indole-3-carbinol (I3C).
    I3C tem efeitos na redução do estradiol em mulheres, proteção e prevenção do câncer de mama. Nos homens,
    proteção ao câncer de próstata.
    > O estrogênio "perigoso" é E2, ou estradiol. Normalmente, quando se está falando sobre o estrogênio, esta é a forma que está sendo referido. Moléculas irmã são estrona (E1) e estrial (E3).
    Aqui estão três maneiras principais que mostram o quanto os homens precisam de níveis de estrogênio adequados e quão baixo estrogênio pode pôr em perigo a carreira, relacionamentos e saúde do homem:
    1. Manutenção osso. O estrogênio é criticamente importante para a função cerebral, mesmo nos homens. Pesquisadores descobriram que é importante para a memória verbal, em particular. O estrogênio é também essencial para o crescimento de novas ligações neuronais e manutenção neuronal. Sim, a testosterona tem um efeito profundo sobre o cérebro do sexo masculino, mas estrogénio adequado não é menos importante.
    Devo mencionar, porém, que alguns estrogênio é essencial para a saúde óssea. De fato, um dos principais problemas que os baixos homens testosterona pode ter também está tendo baixa de estrógeno (já que o estrogênio é feita a partir de testosterona). Baixa de estrogênio, pelo menos no longo prazo, vai realmente levar a osteoporose, que é outra
    razão para manter sua testosterona através TRH (Terapia de Reposição Hormonal).
    2. Disfunção Erétil. Os resultados são preliminares, mas é evidente que o estrogénio em machos na verdade desempenha um papel importante na produção de óxido nítrico. É claro que não é nenhum segredo que a testosterona estimula o óxido nítrico, mas os pesquisadores ficaram surpresos ao descobrir que os homens não eram receptores de estrogênio críticos que estimulam eNOS também. Portanto, pode ser quase tão importante para o controlo dos níveis
    de estrogénio como a testosterona em homens idosos.
    3. Memória verbal e função cerebral. O estrogênio é criticamente importante para a função cerebral, mesmo nos homens. Pesquisadores descobriram que é importante para a memória verbal, em particular. O estrogênio é também essencial para o crescimento de novas ligações neuronais e manutenção neuronal. Sim, a testosterona tem um efeito profundo sobre o cérebro do sexo masculino, mas estrogénio adequado não é menos importante.
    > zinco e extratos de chá verde (EGCG)
    Diminuem a aromatização da testosterona em estrogênio:
    > Álcool
    O álcool é um aumentador de estrogênio.
    No entanto, o álcool não aumentar estrogénio através da actividade do enzima aromatase. Ele aumenta estrógeno inibindo o "sistema P430" do fígado, que é responsável, entre muitas outras coisas, para limpar o estrogênio do sangue. Em outras palavras, o álcool conduz a um aumento dos níveis de estrogénio, porque o corpo é limpa a partir do sangue mais lentamente. Álcool está associado com a saúde do coração, mas se você está lutando com questões que parecem estar relacionados ao estrogênio (como ginecomastia, perda de libido, baixa porcentagem de testosterona livre, disfunção erétil, etc), eu iria demitir álcool por algum tempo e ver se isso ajuda.
    Inibidor de aromatase.
    > Cialis
    > Extrato de Semente de Uva + Vitamina C
    Pode diminuir um pouco a testosterona livre porque pode aumentar SHBG, a proteína que se liga a testosterona.
    > Chrysin + piperina
    Chrysin pode inibir a conversão da função da tiróide T4 para T3 e, assim, provocar um impacto negativo. Isso poderia levar ao ganho de peso, o que sabotam controle de estrogênio.
  10. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Alanlan em Tiago Cojak - Fisiculturismo   
    Se a indústria de suplementos fosse pros ares, levava os campeonatos de fisiculturismo junto.
  11. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Lucas Fernandes_64079 em Consultoria Online   
    Só pode ser zuera
  12. Gostei
    Felipe__ deu reputação em 10 Mandamentos Para Forçar O Bíceps A Crescer – Por Lee Priest   
    Prefere ter seu penis sempre ereto com 20 cm ou mole com 20 cm? ESTA é a diferença entre massa de verdade e pump.
  13. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Gugamuller em Low Doses O Ano Todo   
    Estou vendo uma geração de pessoas estéreis, sem filhos e com menos de 25 anos aqui....o bom é q os orfanatos terão uma diminuição dos órfãos.
  14. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de FUARKBRAH em Relato Primeiro Ciclo (Enan + Deca + Diana)   
    Em vida de endo qualquer fibra é alegria huehue
  15. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Hitch em All Day Neguim! Jorlan Vieira Coach   
    Fuark e principalmente torf eu não lembro de ter visto no tópico se o autor pergunta se é politicamente correto desprezar as gemas.

    E o ao autor do tópico: você vai relatar algo envolvendo EAs? Porque se não vou mover dessa área.
  16. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Nuk3d em All Day Neguim! Jorlan Vieira Coach   
    topico ta esquerdando....
  17. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de ThorSinistro em Testo X Stano X Trembolona Acetato   
    Faria 250ui de hcg a cada 4 dias
    Mano, tá bem volumoso , mas 9% não tem hein. Chutava uns 13/14 fácil, talvez seja a ibagem...
    outra coisa, tem ou já teve gineco/lipomastia?
    acompanhando aqui
  18. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de Bozza em (Relato) 1°Ciclo - Enantato + Boldenona 10 Semanas   
    Não acho que fracionar seja bom em primeiro ciclo, faça 2x ou no máximo 3x na semana mesmo
    acompanhando aqui
  19. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de Bozza em (Relato) 1°Ciclo - Enantato + Boldenona 10 Semanas   
    Não acho que fracionar seja bom em primeiro ciclo, faça 2x ou no máximo 3x na semana mesmo
    acompanhando aqui
  20. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Tanin em Hormonios   
  21. Gostei
    Felipe__ recebeu reputação de AMetaÉFicarEstranho em [Fora do Modelo] Dúvida Em Ciclo Para Bulking   
    Fala mano, eu iria de Bold + testo , ou Bold + testo + oxan.
    também só compraria ciclo 6 se tivesse muita certeza da fonte, vira e mexe aparece um falsificado...
    quanto ao tempo 12 semanas cairia legal, bold mandaria pelo menos 600mg o resto é bem "pessoal"
    abraço
  22. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Saintgraal em Aeróbios Engordam E O Hiit Emagrece.   
    faz 30 segundos correndo o maximo que puder
    ou 30 segundos nadando o maximo que puder
    30 segundos metendo o maximo que puder
    30 segundos pedalando o maximo que puder

    o que importa é jogar a frequencia cardiaca la no alto
  23. Gostei
    Felipe__ deu reputação a MBD em Opinião Sobre Ciclo!   
    Bacana sua opinião prática. Legal sua prolactina não ter subido, e seu estradiol como ficou? Interessante também é que o seu exame foi no pós ciclo, e o intra-ciclo, onde realmente o ciclo pega fogo cadê? Engraçado, eu testei em mim e com e2 desregulado a prolactina subiu. E aí? Minha prática contra sua, o que vale mais? Par ou ímpar?

    Tá certo, seu dinheiro, você faz o que quiser com ele. Agora dizer que IA é desnecessário e minimiza os ganhos, por favor né... Ganhos de água? Risos.

    Lógico que não é uma ciência exata, não é matemática. É matemática, química, física, biologia, e muitas outras coisas. Porém ciência não precisa ser testada só na prática. Aliás, negligenciar toda a teoria é o maior auge da ignorância que alguém pode chegar.

    Justo, cada um confia no que quiser. Só toma cuidado ao falar sobre o "shape medíocre" alheio que fala "um monte de teoria". Aliás, devias agradecer toda a teoria, sem ela nem sua amada trembo nem seu salvador estano existiriam.

    Fica a dica.

    Abração.
  24. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Guille Cavalera em Enan Testo X Boldenona X Enan Trembo - Projeto Bulk Clean!   
    Só precisa cuidar a frequência com que faz essas recargas e/ou esses lixos. Se tiver o feeling do momento certo é só alegria. O corpo e a mente agradecem hahaha.

    Está relatando? Se sim, me manda o link pra eu acompanhar.

    TMJ!

    Não fera, bate e refrigerador direto.

    Obviamente que a batata doce é pronta (uso assada) né mano kkkkk
  25. Gostei
    Felipe__ deu reputação a Guille Cavalera em Enan Testo X Boldenona X Enan Trembo - Projeto Bulk Clean!   
    Gurizada, abaixo segue a foto do meu desjejum:



    “Porra Guille ta mandando um Chandelle no desjejum!?”

    Caaaaalma rapaziada, nem tudo é o que parece kkkkkkkkk.

    A belezinha aí nada mais é que o meu mingau de batata doce (bom bagaraio diga-se de passagem )

    Receita:
    - 210g batata doce (qnt conforme necessidade de CHO)
    - 240g claras
    - 50g cottage (uso sem lactose)
    - 20g whey
    - 10g pasta de amendoim
    - 10g castanhas
    - 5g cacau

    Sempre que der vou ir postando foto das refeições no relato. Acho que agrega bastante pra galera ter um parâmetro da dieta.

    Vamo que vamoooooo!
×
×
  • Criar Novo...