Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

danilorf

Levantador Olímpico
  • Total de itens

    892
  • Registro em

  • Dias Ganhos

    19

Histórico de Reputação

  1. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Vergalhão em Como Ser Alpha?   
    Ou seja:
     
    1) Passou a beber café no pires.
    2) Passou a reagir como um Brucutu na hora certa.
  2. Gostei
    danilorf recebeu reputação de HeadShot em Como Ser Alpha?   
    Quer ser alpha? Nelson Rodrigues explica:
     
    "⁠Quando eu morava em Aldeia Campista (teria meus sete, oito anos) mudou-se para nossa rua uma mocinha que, já no segundo dia, era o escândalo de todo o bairro. Jeitosa de corpo e de rosto, tinha um gênio que Deus te livre. E nunca vi ninguém mudar tanto de namorado. Dois, três, por semana.
     
    Era como se namorasse para brigar. Xingava os rapazes, batia-lhes com o salto do sapato, um caso sério. Quando passava havia o cochicho pânico: “Namora de navalha na liga.” Certa vez, o pai, alto funcionário da Casa da Moeda, passou-lhe um sermão: “Minha filha, não se humilha um homem.” Desta vez, a menina chorou. Respondeu assoando-se no lencinho: “É esse meu gênio, papai. Sou uma fera.”
     
    Ora, quando a própria mulher se reconhece uma fera, está tudo liquidado. O velho pai lavou as mãos; suspirou para a mulher: “Nenhum homem pode suportar minha filha por mais de três dias.” Pois bem. E, súbito, a menina começa um outro namoro. A rua inteira vaticinou: “Vai durar três dias.” O rapaz tinha uma singularidade: bebia café pelo pires. Eis o que eu queria dizer: da noite para o dia a menina mudou.
     
    Quando o namorado despontava, lá adiante, ela começava a tiritar de humilde. Em vez de se esganiçar, como das outras vezes, falava baixo e doce. Era de uma docilidade absurda e inédita. O pai abria os braços para o céu: “O que é que há com a minha filha?” E, de fato, ninguém entendia que a mesma mulher pudesse ser uma víbora, uma lacraia para todo mundo e uma santa para aquele rapaz.
     
    Só muitos anos depois, vi tudo. É o homem certo que faz a grande mulher.
     
    A mulher tem diluído em seu sangue milênios de submissão, e quando o homem não a domina, ela passa a desprezá-lo. Não entro na minúcia de dizer em que lugar a mulher deve apanhar, mas sei que ela sente a nostalgia do homem das cavernas. Ai do homem que, no momento certo, não reage como um Brucutu."
  3. Gostei
    danilorf recebeu reputação de JRDL em A História Dos Biotipos Corporais.   
    Post retirado do blog: http://fitnessforadacasinha.blogspot.com.br/2015/06/ectomorfo-mesomorfo-ou-endomorfo-um.html

    -

    Adivinha só? 'Vão se foderem'. Eu posso garantir que nenhum de vocês, e sim, eu quis dizer NENHUM DE VOCÊS, leram o livro detalhando os vários tipos de biotipos (ou somatotipos), mas ainda assim, todos se classificam como mesomorfos, ectomorfos ou endomorfos.


    Eu me arrisco a achar que já que todos vocês leêm revistas de bodybuilding, pensam que são ou endomorfos ou ectomorfos, pois elas disseram que apenas um número muito pequeno de pessoas no planeta são abençoadas o suficiente para serem mesomorfas. Bem, vocês estão enganados. Como eu sei? Eu li o livro, fanfarrões. Permitam-me alimentá-los, passarinhos.



    Os biotipos foram uma criação do psicólogo chamado William Sheldon, que inicialmente começou seus estudos sobre os tipos de corpos, como parte de um estudo dos atributos físicos e psicológicos dos criminosos. Isso acabou se transformando em um projeto massivo que culminou em seu livro "Atlas of Men", publicado em 1954.


    Sheldon publicou o livro para promover um método pelo qual as pessoas pudessem diferenciar os tipos específicos de corpos, e propôs isso como uma maneira alternativa ao cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal). (1)


    Para atingir esse objetivo, Sheldon estudou e catalogou 46.000 homens, que proporcionalmente representavam a mistura étnica dos Estados Unidos no período. 13.000 eram de 31 faculdades diferentes, 12.000 vieram de várias agências sociais, industriais e militares do período da segunda guerra mundial, 9.000 eram pacientes de hospitais, e os reminescentes eram homens de 30 anos ou mais que eram voluntários totalmente randômicos. (2) É importante salientar que todos os estudados não eram treinados ou foram destreinados.




    Ectomorfo ou viadinho? A ciência aponta para a segunda opção.



    Sheldon desenvolveu então, um sistema único de três dígitos, pelo qual cada pessoa era classificada em seus traços endomórficos, mesomórficos e ectomórficos, dando a elas um dos 88 identificadores dos biotipos, que ele depois nomeou de acordo com os atributos físicos. Uma pontuação de 1 significava que a pessoa não mostrava nenhuma das tendências de um dos biotipos, e uma pontuação de 7, que você possuia todos os indicadores de um deles.


    Então, Stuart McRobert (nota: para ele, todos são ectomorfos) te convenceu que você é um ectomorfo? Tanto uma baleia orca ou uma vareta de cutucar onça praticamente sem esperança na academia?


    Bem, então você está em uma minoria extremamente pequena, se estiver. 3 homens em 10.000 são mesomorfos puros (o mais comum de todos os três pré-tipos!), enquanto 2 em 10.000 são ectomorfos puros, e 1 em 10.000 são endomorfos puros. (3) Como diabos aqueles livros 'Beyond Brawn' (nota: livro do Stuart McRobert que diz que todos são ectomorfos) venderam tantas cópias?


    VOCÊ NÃO ESTÁ AMALDIÇOADO. VOCÊ É SÓ UMA BICHINHA PREGUIÇOSA.



    Especialista em saúde e bem-estar.


    Os biotipos mais comuns são 4-4-3, 3-4-4 e 3-5-3, em 60, 57 e 56 a cada 1.000, respectivamente, e cada biotipo com uma frequência acima de 34 em 1.000 tem um 4 ou um 5 na escala de traços mesomórficos, o que significa que praticamente todos podem conseguir uma boa quantidade de músculos. (4) Da mesma forma, suas chances de ser um 6 ou 7 em cada biotipo são de 33 em 1.000 para traços de endomorfo, 70 em 1.000 para traços de mesomorfo e 41 em 1.000 para traços de ectomorfo.


    Então, as chances de você ser mesomorfo são muito maiores do que qualquer um dos outros biotipos. Mas espere, tem mais! VOCÊ PODE MUDAR SEU BIOTIPO!


    Sheldon na verdade não explica como, mas ele detalha como ectomorfos puros (varetas de bambu andantes) mudam de pessoas como aquelas que estão na lista de Schindler e nos campos de concentração nazistas, para vacas hipertrofiadas holandeses, com caixas torácicas enormes e alguns muitos músculos com o passar do tempo. (5) Isso reflete minha própria experiência, e a experiência de várias pessoas que eu conheço, que começaram magros-gordos, ou gordos ou simplesmente magros, e agora estão bombadas e definidas ao extremo.





    Não que ele seja geneticamente abençoado, mas sim que se mata na academia e na mesa na hora da janta


    Sheldon atribuiu muitas tendências fisiológicas ridículas direcionadas a cada um dos biotipos, e é agora um estoque de risadas na comunidade dos fisiologistas. Ele era também um notório numismatista (nota: aquele que coleciona moedas e medalhas antigas), mas aparentemente usou seu conhecimento para roubar várias moedas raras, então é um pária nesse campo também. (6)


    Então, o que aprendemos? BIOTIPO É O MEU BILILIU. Seu real potencial genético depende de uma variedade de fatores, desde a hereditariedade, dieta e estilo de treino. Sabe o que isso me lembra? Treine como uma besta-fera e coma como um neandertal, e você irá acabar sendo um.


    Referências:


    1) Sheldon, William. Atlas of Men: A Guide for Somatotyping the Adult Male at All Ages. New York: Gramercy Publishing Company, 1954. P. 3.


    2) P. 11.


    3) P. 30.


    4) Ibid


    5) Pp. 38, 136.


    6) "William Herbert Sheldon", https://en.wikipedia.org/wiki/William_Herbert_Sheldon.


  4. Gostei
    danilorf deu reputação a Aless em Diário Gourmet Do Aless   
    Vou pra lá em dezembro (provavelmente) e daí tentamos um treino junto.
     
    ____
     
    Bom, fui para as mini-férias e bebi e comi demais todos os dias. Essa cerveja Opa lá de Joinville (bock e old ale pra mim e weizen pra minha esposa) foram muito boas. Vou deixar algumas fotos:
     

     

     

     
    https://goo.gl/photos/LE3EvFk5UbztJrEz6
     
    https://goo.gl/photos/W8M9MtuGiWp8GzkM9
     
    https://goo.gl/photos/N5LZT2LPAdyFA9M1A
     
    Bom, isso foi as comidas e bebidas. Na segunda eu fui numa academia com um primo da minha esposa e treinamos peito. Foi 4x10~15 supino com haltere (não lembro o peso, acho que foi 36kg), crucifixo no cabo, supino inclinado e daí fui fazer umas coisas avulsas enquanto ele fazia crucifixo com haltere. Volume muito maior do que eu faço, peito estava explodindo.
     
    Daí voltei pra casa e treino ontem fui supino, supino fechado e desenvolvimento. Posto o vídeo semana que vem.
     
    Ah, fui para as "férias" com 111kg, voltei com 115kg. 3 dias seguindo WD já voltei para 111kg
  5. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Crespo1978 em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Belo e moral.
     
     
    Acertou em cheio. Marx já dizia que a revolução comunista mundial só poderia acontecer com a livre circulação de produtos e idéias entre os países no âmbito internacional, e com o desenvolvimento do capitalismo ao máximo dentro do âmbito das economias nacionais.
     
    Os comunistas sabem que uma economia totalmente central e estatizada não funciona, e o que eles fazem é manter uma economia de tipo fascista, com uma elite de mega-empresários (meta-capitalistas) com liberdade relativa de ação, enquanto os micros, pequenos e médio-empresários são sufocados em suas atividades com regulações e impostos. Schumpeter dizia que o fim do capitalismo se daria com a ajuda dos próprios capitalistas, e não com a ajuda do proletariado.
     
    O que os comunistas querem é perverter toda a cultura e tradição que deram origem ao nascimento da civilização ocidental, pois, mesmo para Marx, no fim da vida, não era estrutura econômica que dava base à cultura e valores de um povo, mas o contrário que permitia o nascimento de uma estrutura econômica que para ele era considerada injusta.
     
    Liberais, no geral, são um bando de idiotas que acham que sabem muita coisa só porque leram As 6 Lições do Mises.
     
     
  6. Gostei
    danilorf recebeu reputação de FabianaF em Diário da Fabi (protusão, condromalácia, dor crônica)   
    Campanha #nóisquévêafabifazendopistolsquat. Se vc quiser ver tbm, curte aí.
  7. Gostei
    danilorf recebeu reputação de hrs em Diário da Fabi (protusão, condromalácia, dor crônica)   
    Campanha #nóisquévêafabifazendopistolsquat. Se vc quiser ver tbm, curte aí.
  8. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Lucas, o Schrödinger em Diário da Fabi (protusão, condromalácia, dor crônica)   
    Campanha #nóisquévêafabifazendopistolsquat. Se vc quiser ver tbm, curte aí.
  9. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Crespo1978 em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    O cara fala que é esquerdista e contra a elite financeira mundial mas diz que vota na Hillary.
     
    Lol, vai entender.
  10. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Crespo1978 em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  11. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Lucas Denicol em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  12. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Aless em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  13. Gostei
    danilorf recebeu reputação de NewbieTrack em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  14. Gostei
    danilorf recebeu reputação de RoxySux em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  15. Gostei
    danilorf recebeu reputação de BUSY em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    "Eu considero praticamente IMPOSSÍVEL que uma pessoa que não saiba falar inglês e não tenha prática de navegar em 10 sites simultaneamente, anotando coisas relevantes em um bloquinho de notas, consiga entender - de maneira CLARA - o escândalo dos emails da traidora americana Hillary Clinton. Vou explicar o mais sucintamente que conseguir, suprindo o papel de informar que a imprensa deliberadamente se RECUSA A DESEMPENHAR.
     
    Vamo lá. Primeiro, uma pequena e básica CRONOLOGIA:

    - 13 de janeiro de 2009: Um camarada chamado Justin Cooper, secretário de Ms Clinton, cria o domínio "clintonemail.com", com o endosso da chefe do staff de Clinton e sua amiga pessoal Huma Abedin. Dias depois, Ms. Clinton é nomeada Secretária de Estado do governo Hussein Obama;
     
    - 11 de setembro de 2012: durante o mandato de Ms. Clinton como Seretária de Estado, ocorre um episódio em Benghazi, Libia, no qual quatro americanos são mortos, inclusive o embaixador americano, Chris Stevens. O episódio é fartamente e falsamente atribuído à publicação de um patético e simplório video no YouTube, que "teria ofendido" a sensibilidade dos pobres "rebeldes líbios".
     
    [COMEÇA uma investigação que vai desvendar um MEGA ESCÂNDALO, e basicamente MOSTRARÁ que o governo Hussein Obama FINANCIA o terrorismo na Líbia, no Paquistão e no Iraque - inclusive e sobretudo financiou o ISIS, o auto-denominado "Estado Islâmico do Iraque e da Síria", e que a morte do embaixador e dos outros americanos está relacionada, na verdade, com a descoberta, feita por por acaso, de um significativo estoque de armas americanas enviadas aos terroristas pelo governo Hussein Obama, e que estavam escondidas no Qatar.]
     
    - A partir de setembro de 2012, quando eclode o episódio na Líbia, o governo Hussein Obama entra em "modo pânico", e faz absolutamente de TUDO para ocultar as REAIS CAUSAS e a REAL NATUREZA do 'incidente' em Benghazi, que eventualmente eu posso esmiuçar pra todos,em outra ocasião;
     
    - 1 de fevereiro de 2013: Ms Clinton deixa de ser Secretária de Estado, sendo substituída pelo senador John Kerry. A investigação sobre o 'incidente' em Benghazi PROSSEGUE no Congresso americano, a despeito de todos os esforços do 'Shadow Party' (partido das SOMBRAS) para embrulhar e desqualificar os seus resultados;
     
    - 28 de outubro de 2014: O State Department dos EUA solicita a Ms. Clinton que entregue os seus emails (enviados e/ou recebidos) enquanto exercia o cargo de Secretária de Estado para que sejam examinados na investigação congressional sobre o 'incidente' na Líbia - que avança lentamente, mas AVANÇA;
     
    - 2 de março de 2015: The New York Times, em um furo de reportagem, publica a BOMBA de que, como a investigação descobriu, e Ms. Clinton foi obrigada a admitir, ela USOU UM PROVEDOR PRIVADO para receber e enviar emails que continham assuntos relacionados a sua função estatal, em vez de usar apenas o provedor OFICIAL, como era NORMA e REGRA OBRIGATÓRIA para um Secretário de Estado. Huma Abedin, que continua atuando como a principal assessora de Ms. Clinton, é obrigada a entregar ao FBI seus dois laptops e um Blueberry que contêm esses emails;
     
    - 25 de julho de 2015: Ms Clinton, desesperada, admite que "foi um erro", mas afirma ao Congresso e ao FBI que nenhum dos emails enviados ou recebidos continha material 'CLASSIFIED', ou SIGILOSO, na ocasião em que foi enviado/recebido por ela (esta informação é falsa e Ms Clinton será DESMASCARADA como MENTIROSA quando a Wikileaks divulgar o conteudo desses emails mais de um ano depois, como se verá: DIVERSOS assuntos que constam dos emails ERAM categorizados como "CLASSIFIED" na época em que os emails foram enviados/recebidos).
     
    - 6 de julho de 2016: James Comey, diretor do FBI, depois de examinar os emails e não divulgá-los, anuncia que não vai indiciar Ms Clinton - cedendo à pressão de Loretta Lynch, US Attorney General (a AGU de lá, análoga ao Cardozão aqui na 'era Dilma"). Loretta havia se reunido secretamente com Bill Clinton, como se descobriu depois - o fato é que ela pressionou Comey para dar a investigação por encerrada, dizer "ai, ai, ai" pra Ms Clinton e mandá-la em paz com um tapinha na mão. Que foi o que ele fez.
     
    - Julho e agosto de 2016: Comey comenta com família e amigos que seu procedimento ao dar a investigação por encerrada e não indiciar Ms Clinton provocou DEZENAS de cartas de demissão, algumas inclusive vindas do alto escalão do FBI, que estão se empilhando na sua mesa. Seu staff está indignado e mesmo pessoas antes bastante ligadas a ele estão lhe recusando o cumprimento quando o encontram nas dependências do FBI, dando-lhe as costas nos corredores e se negando a entrar no mesmo elevador que ele.
     
    - 29 de setembro de 2016: numa OUTRA investigação, desvinculada a esta do Congresso americano, o FBI começa a investigar Mr Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedin, por troca de correspondência e fotos pornográficas com uma menor de idade. Tal comportamento é recorrente na vida de Tony Weiner, que já foi investigado INÚMERAS vezes por acusações análogas, mas NÃO com menores de idade, o que constitui CRIME pela lei federal americana. A adolescente em questão tinha 15 anos na época da troca de emails, e tanto o conteúdo dos emails quanto as fotos pornográficas rapidamente aparecem na midia, já que não se trata, até então, de algo relacionado a segredos de Estado. Huma Abedin, parcialmente atingida pelo escândalo, se faz de vítima e diz que "aguentou por anos o comportamento do maridão, mas que não se separou dele senão recentemente, tentando manter o casamento por causa do filho de ambos, Jason."
     
    - 7 de outubro de 2016: BUEMBA, BUEMBA: a WIKILEAKS divulga o conteúdo de parte dos emails de Ms Clinton, mostrando que eles CONTINHAM documentação já considerada CLASSIFIED na época do envio/recebimento, e avisa aos interessados que tem TODOS e vai divulgar o conteúdo de TODOS. A informação da Wikileaks é de que eles foram hackeados a partir do computador do chefe-de-campanha de Ms. Clinton, John Podestà. A MIDIA lasca os emails em todas as primeiras páginas do país. (AQUI não, meu conterrâneo. Aqui aparece uma notinha incompreensível na página 29, se tanto.  Cê tá querendo muito).
     
    -28 de outubro de 2016: o FBI descobre que os emails bombásticos que a Wikileaks TEM e que promete que VAI divulgar TAMBÉM ESTÃO no laptop apreendido de Tony Weiner, ex-maridão de Huma Abedin, laptop este que estava sendo investigado por causa dos emails pornográficos e das fotos nudes trocadas com a adolescente. Huma Abedin diz que "ah, noffa, é mesmo - ela tinha se esquecido de que, como na época ela também compartilhava o laptop do seu então marido,ela tinha o hábito de forwardar os emails pra ele, porque preferia imprimi-los em casa - já que imprimir na Seretaria de Estado era 'muito complicado e difícil'" - 
     
    Diante disto, Mr James Comey, com uma PILHA de cartas de demissão aumentando SEM PARAR e CADA VEZ MAIS na sua mesa no FBI, não tem ALTERNATIVA senão REABRIR A INVESTIGAÇÃO sobre o escândalo dos emails de Ms Clinton contendo informações SIGILOSAS do governo americano e fornecidas por ela durante o seu mandato de Secretária de Estado - que pelo visto parecem estar em 132.965 computadores ainda NÃO IDENTIFICADOS pelo mundo afora, inclusive muito provavelmente nos das organizações terroristas islâmicas.
     
    Os apoiadores de Ms Clinton - e possivelmente o imbecil do Marco Antonio Villa - se desesperam e começam a berrar que "o FBI está trazendo o pênis de Tony Weiner para a eleição presidencial americana, e que isto é um absurdo irrelevante" - "
  16. Gostei
    danilorf recebeu reputação de whey12 em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Eu li um artigo de um aluno do Eric Voegelin comentando a esse respeito. É grande e está em inglês, mas vale a pena a leitura. Tô pensando em fazer uma tradução até o fim da semana que vem pra fins de estudo caso o pessoal não saiba a língua, mas segue abaixo:
     
    Jeff Nyquist, brilhante e indispensável como sempre:
    Will the Real Russian Puppet Please Stand Up?!
    Commentary for 26 October 2016
    I flatly state that Marx was consciously an intellectual swindler for the purpose of maintaining an ideology that would permit him to support violent action against human beings with a show of moral indignation.
    – Eric Voegelin, Autobiographical Reflections, [pp. 48]
    Those who are familiar with the workings of the Communists are aware that the United States is in jeopardy. They are not fearful if the people of the country awake to the danger. But the enemies of civilization, both those in the Communist party and those on the fringe, who are playing with fire in their support of Communist theories, are at work to effect the overthrow of the government. They are working cleverly, insidiously, and are willing to take plenty of time to accomplish their ends, but their main purpose, the goal toward which they are striving, is the destruction of church, home, and the state in America and the raising of the Dictatorship of the Proletariat, controlled by Zinoviev and his gang in Moscow, to take the place of the government of the United States. 
    – R.M. Witney, Reds In America, 1924, [p. 54]
    Back in 1924 radicals and Russian agents were working to replace the United States Government with a cabal “controlled by Zinoviev and his gang in Moscow….” Today that gang is nominally controlled by Vladimir Putin. And according to Hillary Clinton, speaking during the last presidential debate, Donald Trump is Putin’s guy. She called the Republican candidate for president a “Russian puppet.” In reply Mr. Trump said to Clinton, “No, you’re the Russian puppet.”
    The two presidential candidates are accusing each other of being controlled by that same “gang in Moscow” that Whitney was referring to. This is surprising on many levels; first, subversion by Russian communists supposedly died out with the Cold War. Of course, this is a ridiculous myth. There are communists everywhere. They are in the government. They simply refrain from properly labeling themselves. As for the death of communism, nothing like this ever dies unless someone kills its. And nobody killed communism. The communists simply announced that they were going away. Nobody was actually interested in where they went.
    According to researcher Trevor Loudon, some of them went to work at the White House. They had names like Bill and Hillary and Barack. And now they want to retain control of the White House for another four years – or preferably, forever. In terms of the deception which allows them to tread this path, it now becomes necessary for them to accuse their domestic opponents of being “Russian puppets.” Of course, Mr. Trump does not have the character of a puppet, and he has yet to help Russia in any tangible way. Furthermore, not only was Hillary Clinton allegedly a communist in her younger days – according to her former associate, Mr. Larry Nichols – she learned at the feet of Saul Alinsky (a man who worked for the advancement of the communist cause). Yet this same woman accuses her opponent of being a Russian puppet. She sounds, in fact, like an anti-communist caricature.
    What we find, in this instance, is the apparent abandonment of a political/strategic line of operation in favor of a new line of operation. What occasions this extraordinary shift? The woman who led the “Russian reset,” who gave Russia access to 20 percent of America’s uranium – who exported sensitive technology to Russia – now does a backflip in the air and shapeshifts into Joseph McCarthy.
    How are we to understand this?
    Napoleon’s Military Maxim 20 states that “the line of operation should not be abandoned; but it is one of the most skillful maneuvers in war, to know how to change it, when circumstances authorize or render this necessary. An army which changes skillfully its line of operation deceives the enemy, who becomes ignorant where to look for its rear, or upon what weak points it is assailable.”
    I believe that Mrs. Clinton’s newfound concern about Russian puppets in high office is a “skillful” maneuver of this kind; one that, indeed, “deceives the enemy”; for in this case the real Russian puppet is Mrs. Clinton. The Russians surely have enough dirt to destroy her career if they wanted to. Then ask yourself why they have refrained from destroying her? Why would the U.S. media, which has been notorious for its decline into cultural Marxism, and for selling itself to Moscow in the days of I.F. Stone and Walter Duranty, be so visibly on Mrs. Clinton’s side?
    Given her reckless indiscretions, her many scandals and illegalities, the Russians must have more blackmail on her than anyone. After all, the Russian special services are the best in the world. And if you think Hillary Clinton is a powerful woman, think again. She must bend to the demands of her blackmailers. She does not seek political office out of strength, but out of fearful necessity. Her only path, given so many crimes, is to attain the safety of office. In this matter her blackmailers are eager to help. What good is she to them if she doesn't hold office? So Moscow gives her as much help as possible. In return, her regime must become an American version of the Germany Democratic Republic; that is, a state completely subservient to Russian interests.
    Therefore it is imperative that Clinton accuse Trump of being Russia’s puppet. Only in this way can she distance herself from her own unstated program. The greater psychopaths in Moscow, who puppet the little psychopaths in Washington, cannot be altogether pleased at this desperate misdirection; so they have mobilized their navy and have put their citizens on alert. Nuclear world war might break out at any moment.
    Russia, from its end, supports Hillary’s accusation against Trump. By many subtle winks and nods, the Russians have implied that Trump is their man. The leading clown of Russia’ s “democratic” circus, Vladimir Zhirinovksy, said in a recent interview, “Americans voting for a president on Nov. 8 must realize that they are voting for peace on Planet Earth if they vote for Trump. But if they vote for Hillary it’s war…. There will be Hiroshimas and Nagasakis everywhere.”
    One has to be a simpleton to accept this pronouncement at face value. The looniest politician in Moscow blows kisses at Trump. Is that really supposed to help Mr. Trump? And do Americans like being threatened by Russians? If Trump is a puppet of the Kremlin, then they have given him away. They have bungled their puppetry!
    On the other hand, through all of this, they have helped to maintain Clinton’s cover.
    And why shouldn’t they help Mrs. Clinton? Russia is in the puppet business, turning flesh and bone into wood and string. The businessman who deals with Russia becomes a puppet. The diplomat who signs treaties with Moscow becomes a puppet. Global warming advocates are puppets. Radical feminists are puppets. Pro-Putin conservatives are puppets. Nazis are puppets. Islamic terrorists are puppets. There are so many puppets in so many places that it’s hard to say where the Russian puppet show ends and reality begins.
    Americans have yet to understand the danger. But if they ever caught on, Mrs. Clinton would have to flee the country. Or if the FBI caught sight of her puppet strings – what then? Hillary Clinton would be on the run, and she would not be alone. Another Russian puppet has been in the White House more than seven years now. And he proposed to get rid of all America’s nuclear weapons. He also brought many Russian puppets with him into government, into management – at CIA, at NSA and the Pentagon. They are in the State Department. They are in the Justice Department.
    Yes, yes, they are all communists. As Eric Voegelin maintained, these true disciples of Karl Marx yearn “to support violent action against human beings with a show of moral indignation.” Psychopaths always seek victims. Their quest for destruction and revenge is absolute. Hillary Clinton, Saul Alinsky, Karl Marx – they are all cut from the same cloth. They share the same drives – animated by rage and envy, by self-aggrandizement and solipsism. As Russia is the “motherland” of politicized psychopathy it is no wonder that the most extreme violence imaginable is expressed under the guise of Russian (i.e., Soviet) military science. In Marshal V.D. Sokolovskiy’s Soviet Military Strategy we read, “A modern war … will be nuclear, and will be the most destructive war in the history of mankind. The methods of conducting such a war will differ basically from those of past wars, including World War II.” (p. 427, Rand Translation.)
    As the conspiracy of the Communists reaches its final climax, exposure and unmasking becomes a very real possibility. Therefore, the Russian missiles must be ready. These alone guarantee that Russia’s puppets will remain safely in power. And if the FBI should move against the traitors, Obama would find it expedient to bomb Syria. When World War III begins, FBI headquarters will be the first Russian target.
    It is necessary, now, that Obama and Clinton maintain an ever-ready fiction; that they might go to war with Russia tomorrow. For in this fiction they have a weapon with which to beat down all domestic opposition. It does not matter that America has no interests in Syria. It does not matter that Obama and Clinton have worked to weaken the U.S. military. It only matters that they are in office when the war starts. It only matters that all emergency powers belong to them.
    And what about nuclear war?
    Nuclear war satisfies the psychopath’s urge to kill on a grand scale. According to Sokolovskiy’s text, “These aims can be achieved by massive nuclear strikes of the Strategic Missile Troops and the Long Range Air Forces against the most important countries of the enemy coalition, against the regions and targets which form the basis for the enemy’s military and economic power, and against his troop formations.”
    The situation is perfectly clear. Clinton calling Trump a “Russian puppet” is the signature event of the 2016 presidential election. It tells us how far the creeping red frontier has advanced.
    Provokatsiya
    Commentary for 16 October 2016
    The final warp and woof of Moscow’s strategic tapestry is now coming into view. As John Dziak pointed out in his essay, “Soviet Deception: The Organizational and Operational Tradition,” the key Russian strategic concepts include: Proniknovenniye (Penetration), Provokatsiya (Provocation), Fabrikatsiya (Fabrication), Diversiya (Diversion), agent po vliyaniyu/agent vliyaniye (agent of influence), Dezinformatsiya (Disinformation), Kombinatsiya (Combination).
    The weave is thus translated if we juxtapose the following proper and improper nouns: Barack Obama (Proniknovenniye), Aleppo, Syria (Provokatsiya), Donald Trump/Russian stooge (Fabrikatsiya), Russian hackers (Diversiya), Hillary Clinton (agent po vliyaniyu/agent vliyaniye), CNN/New York Times/Washington Post, et alia (Dezinformatsiya), the result of the 2016 presidential election in all the above (Kombinatsiya).
    The weave itself may be grasped with reference to scandal and counter-scandal. But do not mistake the tertiary diversiya for the primary provokatsiya. Next, interject the prospect of nuclear war into the mix. Friday’s ABC News headline says, Russian television Warns of Nuclear War Amid US Tensions. The Sunday Express says, Nuclear war ‘IMMINENT’ as Russia tells citizens to find out where the closest bunkers are. A few days ago the governor of St. Petersburg announced a possible bread ration of 300 grams per person for 20 days (while sheltered underground) in the event of war with America.
    Can we take any of this seriously?
    Last 15 June Haaretz presented the following headline: Russia ‘Mobilizing for War’ Warns Canadian Intelligence Report. One may ask, at this point: How many warnings of this kind are needed before someone, somewhere, accepts the threat from Russia as real? Of course one might say, quite simply, that there is no reason to be alarmed. States are “rational actors” and they never do irrational things – especially involving their military forces.
    This is nonsense, of course. History tells another story altogether. Human beings are not the “rational actors” of social science theory. Human beings are only partly rational. They are also irrational. We would not have had World War I or World War II if this were not so. Or, as a GRU defector once said about his bosses in Moscow, “These are not normal people. These are crazy persons.”
    But they are not the only crazy persons.
    While I was visiting with the Brazilian philosopher, Olavo de Carvalho, last month, he gifted me a fascinating little volume by Harry Redner titled, The Malign Masters. The book suggests that the unifying undercurrent of the last hundred years of Western philosophy has been solipsism, which may be defined as: “A theory in philosophy that your own existence is the only thing that is real or that can be known.”
    Insofar as America is infected with solipsism, we are also crazy persons. The essence of our narcissism is possibly a derivation of our solipsism. And our awareness does not extend to things outside our “bubble.” It follows, as well, that we have no regard for history or posterity. Everything is about us.
    The real world, outside the solipsistic bubble, must never be fully acknowledged. The solipsist is only comfortable when placed at the center of his universe. That he is subjectively at the center of his own life is insufficient. This is not grandiose enough for him. His most hated enemy, therefore, is the person who blasphemes against his divinity – against the Great God Me, the God of the Imagined Self, who is not the God of the True Self, the real and objective God.
    But I digress.
    Solipsism is the thread by which our culture of narcissism holds together. It conditions our obliviousness in advance of our oblivion, our disregard of duty, our disrespect of truth – our laziness in the face of the enemy. And it is this enemy, like the dread dawning of a malign sun, who now plays out his endgame – an Armageddon (as it were); but not the Armageddon of second-hand Isaiahs or un-swallowed Jonahs. It is the endgame as understood by a true chess master. At this late hour the middle game is finished and many pieces have been taken off the board. Checkmate now stands in prospect.
    Look at how this unfolds. We are told that Russia is trying to interfere with the U.S. elections. We are told that Moscow favors Donald Trump and disfavors Hillary Clinton. And why would the Russians so readily signal their favor and disfavor? Since when do Russian chess masters admit their real intentions?
    To believe every lie, to swallow all fish bait – that has been our legacy.
    Perusing Wikileaks emails from the Democratic Party, one glimpses the truth. It is not Trump who has actively subverted the Catholic Church, “buckling up and doubling down” in relation to “wet works” (i.e., assassinations) three days before the death of a Supreme Court justice. It is the Democrats themselves and Hillary’s fellows who have worked to change the American system into a socialist dictatorship; “conspiring” to make the American people “ignorant and compliant’; bemoaning Donald Trump’s campaign as the breakdown of that very compliance.
    If we study Hillary Clinton’s life and background we will find that she was, in her younger days, a radical, a Marxist, a disciple of Saul Alinsky. There is no evidence that she changed her ideology. It is important, in our analysis, not to confuse publicly stated positions with privately held convictions. Hillary Clinton is not going to tell us her real thoughts. Such a confession would get her hanged instead of elected. Keeping this in mind as we examine her history, there is no evidence of a conversion to anti-communism or patriotism. All indications suggest that she remains what she was. According to former Clinton insider Larry Nichols, “We are at [watching] a velvet or silent coup. It’s been going on for years. There’s been a slow subtle takeover of our form of government, starting years and years ago, but it is coming to an end.”
    Yes, as I said, it is the endgame.
    And it cannot be accidental that the Communist Party USA (CPUSA) has endorsed Hillary Clinton for president. The CPUSA has ostensibly been and remains a pro-Moscow party. If you have faithfully listened to their affiliates and read their marginal notes, this is undeniable; and so, therefore, we must conclude that Moscow’s support for Trump is misdirection and diversiya.
    According to John Bachtell, the national chair of the Communist Party USA, “This election will be a national referendum on racism, misogyny, homophobia, xenophobia and Islamophobia. The aim should be a landslide defeat of Trump and a decisive rejection of hate.”
    Sound familiar?
    Bachtell, writing in the People’s World, explained, “The election of Clinton as the first woman president would make history. A landslide would not end sexism, but it would represent a mighty blow just as the election of President Obama was a blow against racism. It would advance democracy.”
    This is the way communists talk in the United States. But do not imagine this is what all communists sound like. Such people can also mimic conservatives. Regarding this, if you think Putin is a Christian or a nationalist, then you are sadly mistaken. One cannot take Russian or communist political pronouncements at face value. The Kremlin lies. And fools always repeat such lies.
    Meanwhile, the communists have friends in high places, and the Russians have made use of these friends. According to Jerome Corsi, Hillary’s Campaign Chief [is] Linked to Money-Laundering in Russia. This comes as no surprise to those who understand the larger game. Cash is sent to support the Fifth Column here in the United States while technology and uranium flows to Russia. Each side works to strengthen the other. This manner of dealing is at the bottom of everything. This is how our politics works, and how it will continue to work until the outbreak of war.
    As America has been weakened and subverted from within, as Russia and China have been strengthened, a general shift has taken place in the “balance of power.” At the moment, Russian officials are publicly saying (in so many words) that Russia is strong enough to take over Europe and defeat the United States in a war. And they are saying that Russian superiority is now irrevocable; for any attempt to restore the balance will trigger a violent Kremlin reaction. Even the positioning of a few interceptor rockets in Romania is sufficient to justify an invasion of Europe. “How can I make them understand,” Putin fumed. Yes, indeed, Russia is the greatest power in the world. Why should Moscow tolerate anyone putting defensive rockets in Romania?
    The thing you need to know about nuclear war is that (1) its preparatory stage begins when Russia’s communist surrogates in Washington find themselves in an untenable position; (2) when Heaven and Earth must be moved to hide the alliance between the Fifth Columnists and their Russian sponsors through an outrageous diversionary campaign; (3) when this effort fails once and finally war becomes unavoidable.
    In this latter case, if the public discovers that Clinton is allied with Russia; if they discover she is a saboteur of the nation’s defense; if they discover she is a closet revolutionary – then Russia may be compelled to use its present military superiority to crush any domestic uprising in the United States; for Russia's agents in America have conspired to make the American people “ignorant and compliant.” In fact, Russia’s nuclear missiles exist to preserve this compliance.
    I therefore return to what was said at the beginning of this brief essay:
    The final warp and woof of Moscow’s strategic tapestry is now coming into view. As John Dziak pointed out in the 1980s, Russia’s key strategic concepts include: Proniknovenniye (Penetration), Provokatsiya (Provocation), Fabrikatsiya (Fabrication), Diversiya (Diversion), agent po vliyaniyu/agent vliyaniye (agent of influence), Dezinformatsiya (Disinformation), Kombinatsiya (Combination).
    If we juxtapose the following proper and improper nouns, by way of translation: Barack Obama (Proniknovenniye), Aleppo, Syria (Provokatsiya), Donald Trump/Russian stooge (Fabrikatsiya), Russian hackers (Diversiya), Hillary Clinton (agent po vliyaniyu/agent vliyaniye), CNN/New York Times/Washington Post, et alia (Dezinformatsiya), the result of the 2016 presidential election in all the above (Kombinatsiya).
    Only in this manner, understood as parts of a larger whole, can the thing itself be understood
  17. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Gui_Drumond em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Olha, a Hillary é uma criminosa comprovada. O brasileiro é tão estúpido que consegue colocar no mesmo saco dois comentários (que provavelmente o Nice Guy deve fazer na rodinha de amigos dele) com obstrução de justiça, com uso da máquina estatal para benefício próprio, com receber financiamento de países árabes que não respeitam os direito humanos, com ter fornecido armamento e suprimentos para as forças sírias que vieram a se tornar o Estado Islâmico, com apoiar o aborto mesmo depois do nascimento da criança - como se isso não fosse assassinato puro e simples -, com ser pega em vídeo orientando militantes a cometerem agressões e desordem nos comícios do adversário, com comprar por meio de favores a grande mídia americana, com fraude eleitoral por meio de inscrições de eleitores mortos e que não estão com os requisitos em dia para votar, com fraudes nas urnas retornando votos de um para outro candidato, e, por último mas sem encerrar a longa lista que o WikiLeaks vem revelando dia após dia, com as agressões e a política militar e externa dos EUA que estão levando à uma terceira guerra mundial.
     
    "AIN, MAS O TRUMPETE FALOU DE DEPORTAR OS IMIGRANTES INLEGAL!"
     
    É claro, estúpido! Você sabia que 85% dos crimes violentos relacionados ao tráfico de drogas nos EUA são cometidos por imigrantes ilegais? Você sabia que entre o latinos o Trump é quem tem a maior popularidade?
     
    "AIN, MAS O TUMPER É DESEQUILIBRADO!"
     
    Are you fucking kidding with me? Você já viu o histórico da Hillary em questão de política externa e militar dos EUA? Ô imbecil, você acha que o ISIS surgiu por osmose? O partido democrata, representado na figura da Killary, é o novo partido nazista do nosso tempo.
     
     
    E digo mais: o conflito entre Rússia e EUA (comandado pelos democratas), caso venha a acontecer, não é nada mais nada menos do que um Stálin vs. Hitler do século XXI. 
     
    E digo mais ainda: isso não é figura de linguagem.
  18. Gostei
    danilorf recebeu reputação de whey12 em Escola sem Partido   
    Cite aí os grandes intelectuais da esquerda atuais... Márcia Tiburi? Safatle? Marilena Chauí?
     
     
    Inteligentão é o gordinho lá do vídeo da Física que falou um monte de merda achando que tava certo + os caras que compartilham pra falar que "Olavo não é deus"?
     
     
    O que a esquerda conseguiu no âmbito educacional até agora: 
     
    "Conforme dados de 2005 do IBOPE [1][2], no Brasil o analfabetismo funcional atinge cerca de 68% da população (30% no nível 1 e 38% no nível 2). Somados esses 68% de analfabetos funcionais com os 7% da população que é totalmente analfabeta, resulta que 75% da população não possui o domínio pleno da leitura, da escrita e das operações matemáticas, ou seja, apenas 1 de cada 4 brasileiros (25% da população) é plenamente alfabetizado, isto é, está no nível 3 de alfabetização funcional.
    O censo 2010 mostrou que um entre cinco pessoas são analfabetas funcionais. A porcentagem é de 20,3% de analfabetos funcionais. O problema maior está naregião Nordeste, onde a taxa de analfabetismo funcional chega a 30,8%.[3]
    Em 2012, o Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa divulgaram o Indicador de Alfabetismo Funcional (Inaf) entre estudantes universitários do Brasil e este chega a 38%[4], refletindo o expressivo crescimento de universidades de baixa qualidade durante a última década.
    Esses índices tão altos de analfabetismo funcional no Brasil devem-se à baixa qualidade dos sistemas de ensino público, à falta de infraestrutura das instituições de ensino (principalmente as públicas) e à falta de hábito e interesse de leitura do brasileiro. Em alguns países desenvolvidos e/ou com um sistema educacional mais eficiente, esse índice é inferior a 10%, como na Suécia, por exemplo.[5]"
     
    "Pesquisador conclui que mais de 50% dos universitários são analfabetos funcionais
     
    O pesquisador da Universidade Católica entrevistou 800 universitários para chegar à conclusão. O analfabeto funcional não é capaz de entender o que lê. O estudo avaliou tempo de dedicação, características sócio-culturais e formação.
     
    https://globoplay.globo.com/v/2262537/"
  19. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Heisenbergg em Escola sem Partido   
    Quem fala contra o projeto de lei alegando que é censura só pode ser analfabeto, não é possível:
     
     
     
    Qualquer pessoa que colocou o pé numa faculdade sabe que existe sim essa censura. Quem dirá nas escolas de ensino médio e fundamental. E é extremamente fácil comprovar isso: é só ir pegar a bibliografia recomendada dos cursos que você vai notar a completa ausência de qualquer corrente de pensamento que não pode ser absorvida pelo marxismo.
  20. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Danilo Z em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Bicho, a Rússia já está preparada militarmente pra uma guerra nuclear e as consequências dela. Bunkers foram e são construídos, bases anti-áreas idem, bases militares em países estratégicos, etc. Em suma, enquanto Obama desmantelava o poderio militar americano, inclusive o poderio nuclear, Putin esteve armando a Rússia até os dentes. Nós, meros mortais, pode ser que nos fodamos; ou pode ser que não também, pois eles possuem a bomba de magnetismo que derrubaria todo o sistema eletrônico dos EUA, inclusive o de lançamento de mísseis; mas o fato é que eles vão, no mínimo, saquear e subjugar todo o continente norte-americano.
  21. Gostei
    danilorf recebeu reputação de Crespo1978 em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Vi o filme ontem também. Taí a "democracia" dos democratas, com o perdão do jogo de palavras infame. Quando eu disse que os caras eram neonazistas, não estava brincando nem um pouco. Por exemplo, programa do planet parenthood, pensado por uma democrata que se autodeclarava racista e eugenista, é só mais um programa de eugenia e purificação racial. Depois eu farei umas anotações e colocarei aqui no tópico.
  22. Gostei
    danilorf recebeu reputação de DaniSchulz em Como eu poderia não me sentir atraído por transexuais quando elas são visualmente iguais às mulheres?   
    É PRA GLORIFICAR DE PÉ!!!!
     

     
    Os recém/quase-formados desempregados agradecem.
  23. Gostei
    danilorf deu reputação a NewbieTrack em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Click em CC
  24. Gostei
    danilorf recebeu reputação de NewbieTrack em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Vi o filme ontem também. Taí a "democracia" dos democratas, com o perdão do jogo de palavras infame. Quando eu disse que os caras eram neonazistas, não estava brincando nem um pouco. Por exemplo, programa do planet parenthood, pensado por uma democrata que se autodeclarava racista e eugenista, é só mais um programa de eugenia e purificação racial. Depois eu farei umas anotações e colocarei aqui no tópico.
  25. Gostei
    danilorf recebeu reputação de BUSY em Trump é eleito o novo presidente dos EUA   
    Vi o filme ontem também. Taí a "democracia" dos democratas, com o perdão do jogo de palavras infame. Quando eu disse que os caras eram neonazistas, não estava brincando nem um pouco. Por exemplo, programa do planet parenthood, pensado por uma democrata que se autodeclarava racista e eugenista, é só mais um programa de eugenia e purificação racial. Depois eu farei umas anotações e colocarei aqui no tópico.
×
×
  • Criar Novo...