Clique aqui

Dipunker

Tuf Brasil Wand Vs Belfort - Tópico Oficial

407 posts in this topic

Dipunker    136

A razão principal teoricamente né..

E pagodeiro do teu cu é rola AUHHUAHUAUHAUH

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dipunker    136

Charles Maicon venceu mais da metade de suas lutas antes dos 30s

Atenção para quem for assistir às lutas de Charles Maicon no TUF Brasil. O Sorocabano mostra na prática que é daqueles que gostam de resolver o problema - ou no caso vencer suas lutas - o mais rápido possível. Ele já realizou nove combates na carreira. Foram oito vitórias (todas por nocaute) e uma derrota. Dos triunfos, nada menos do que cinco terminaram antes mesmo dos 30 segundos.

Charles é treinado atualmente por Herman Gutierrez, da equipe AOA. O comandante revela que o pupilo trabalha habilidades de kung fu, boxe, muay thai e jiu-jítsu e aposta no sucesso do paulista para o reality show.

- É um lutador equilibrado, focado e muito rápido. Ele está pronto para participar de um programa como o TUF. No Jungle Fight, ele derrubou o adversário em apenas sete segundos. Em todos os eventos, a luta que termina mais rápido sempre é a dele - disse Herman, orgulhoso, ao site da "Rede Bom Dia".

Você vai poder acompanhar o desempenho de Charles Maicon, candidato do peso-médio, a partir do dia 25 de março, quando o The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões começa a ser exibido pela TV Globo.

charlesmaicon.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dipunker    136

após 'quebra-quebra' em jogo

da Série A, lutador ganha 2ª chance

alexandreramos.jpg

Alexandre 'Sangue' invadiu o campo após rebaixamento do Coritiba. Ele foi expulso da UDL e reintegrado depois: 'Salvamos uma pessoa', diz Shogun

Se todo mundo merece uma segunda chance, Alexandre "Sangue" Ramos ganhou a sua e vai fazer de tudo para aproveitá-la durante o

TUF Brasil, reality show do UFC que começa a ser exibido pela TV Globo no dia 25 de março. Em 2009, o Coritiba entrou na última rodada do Brasileirão precisando vencer o Fluminense para escapar do rebaixamento. Mas não conseguiu o resultado. O empate por 1 a 1 em casa consolidou a queda do time paranaense, o que gerou uma revolta de parte da torcida presente ao Couto Pereira. Alguns torcedores invadiram o campo para agredir o árbitro Leandro Vuaden, e a partir dali o que se viu foram cenas de vandalismo. Entre os invasores estava Alexandre Ramos.

Sangue, de 23 anos, é integrante da academia curitibana Universidade da Luta, comandada pelos irmãos Murilo Ninja e Mauricio Shogun. Na época, Shogun, atualmente uma das estrelas do UFC, reconheceu o próprio aluno nas imagens e optou por expulsar o lutador da UDL assim que soube do episódio.

- A academia tem regras e essa é a nossa regra: brigou na rua, está fora - disse Shogun ao Jornal da Globo na época

Em meados de 2010, entretanto, Alexandre Ramos foi reintegrado à UDL depois de muitos pedidos do lutador. O retorno foi aceito sob algumas condições. Em comunicado divulgado em junho daquele ano, a UDL informou que o lutador seria readmitido desde que se desligasse totalmente de torcidas organizadas e participasse ativamente como auxiliar nos trabalhos sociais da academia. Sangue ainda foi avisado que seria entregue às autoridades pela própria academia em caso de reincidência.

- Sangue é um rapaz que teve problemas judiciais, foi ligado a torcidas organizadas e teve aquele problema lá no Couto Pereira. Em um primeiro momento, eu o expulsei, mas meses depois, me reuni com ele e optei por reintegrá-lo, foi como uma segunda chance mesmo. Hoje ele é um rapaz comportado, mudado, está pensando melhor nas coisas e amadureceu. Acredito que salvamos uma pessoa - disse Shogun ao SPORTV.COM.

Desde o retorno à UDL, Alexandre Ramos deu sequência normalmente à sua carreira de lutador. Invicto, ele tem cinco vitórias em cinco combates. Foram três finalizações, um nocaute e um triunfo via decisão dos jurados. O desempenho e sua apresentação na seletiva do TUF renderam a ele uma chance de participar do programa.

Shogun acredita que o pupilo pode se dar bem no programa.

- Todos que estão na casa, se chegaram por lá, é porque têm chance. Pelo Alexandre, posso dizer que ele é um cara grande para a categoria, tem sangue frio e não fica nervoso nunca.

O programa The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões começa a ser exibido pela TV Globo a partir do dia 25 do março, sempre aos domingos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Giganti    103

16 Primeira Lutas:

PESOS-PENAS:

Godofredo Pepey x Johnny Gonçalves

Rony Jason Mariano x Dileno Lopes

Hugo Wolverine x Alexandre Sangue

Rodrigo Damm x Fabricio Guerreiro

Fernando Guerra x Wagner Galeto

John Teixeira x Giovanni Soldado

Anistávio Gasparzinho x Rafael Bueno

Marcus Vinícius x Pedro Nobre

PESOS-MÉDIOS:

Charles Maicon x Francisco Massaranduba

Cezar Mutante x Gustavo Labareda

Daniel Sarafian x Richardson Monstrão

Sergio Moraes x Thiago Rela

Tiago Bodão x João Paulo Tuba

Fabio Bolinho x Renee Forte

Gilberto Giba x Delson Pé de Chumbo

Leonardo Macarrão x Samuel Trindade

Edited by Giganti

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dipunker    136

Em entrevista exclusiva ao Terra, o lutador, 35 anos, declarou que nunca esqueceu da derrota ocorrida no UFC Brazil, em 1998. O lutador da categoria dos médios afirmou que o rival vive na “Disneylândia” pelo jeito falastrão de provocar os adversários.

“Quem bate esquece, quem apanha… Cada um tem um ponto de vista, cada um se expressa de uma maneira. Eu acho que ele vive no mundo dele. No entendimento dele ele está certo. Pra mim ele vive na Disneylândia. Mas eu nasci no mundo real, sou da periferia”, contou o lutador.

Questionado sobre a luta de Belfort contra Anthony Johnson em janeiro, pelo UFC Rio, Wanderlei Silva afirmou que o rival esteve muito perto de perder para o americano.

“Quase, quase, quase…o juiz tirou o Johnson de cima três vezes. Mas o Johnson surpreendeu”, declarou, antes de mandar o recado ao compatriota. “O cara é um leão quando está batendo., mas quando está apanhando ele faz cara de medo. Eu vou bater nele e vou ganhar com o coração”.

Bem-humorado, Wanderlei Silva ainda brincou com um internauta que aposta em uma vitória de Belfort no Rio de Janeiro. “Aposta no Vitor que você vai perder”.

O “Cachorro Louco” minimizou o fato de a luta, primeiramente programada para São Paulo, acontecer na capital fluminense, terra do adversário.

“Os cariocas me adoram. A torcida vai estar toda para mim. Sou um atleta querido no mundo todo. O pessoal quer ver o show, uma boa luta e é o que a gente vai fazer. Estou muito feliz de lutar no Rio e vou dedicar a vitória a todo pessoal do Rio”, completou.

Quando questionado sobre como estão sendo as gravações do TUF Brasil, sobre como é a convivência entre ele e Vitor Belfort, o Cachorro Louco respondeu: “Vocês vão ter que assistir, mas confesso que fui o pior da casa (risos). Às vezes me esquecia de que estava sendo filmado. Espero que o público entenda (risos).”

A principal atração do UFC 147, que englobará também a final do reality show The Ultimate Fighter, será a disputa pelo cinturão da categoria médio entre o atual campeão Anderson Silva e o americano Chael Sonnen.

Ainda assim, o embate entre Vitor Belfort e Wanderlei Silva também é muito aguardado. O primeiro duelo entre os dois, há 14 anos, durou apenas 44 segundos, tempo em que Belfort conseguiu nocauteá-lo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Giganti    103

Jeito falastrão de provocar os adversários? tem certeza que esta falando do Vitor?

apanhando cara de medo? quando tava tomando um leve atraso no Ground 'n Pound usou a guarda fechada direitinho, tranquilo e tal.

Wanderlei perdeu para o Leben tomou Knockdown do Cung lee(sem querer desmerecer estes)

acho que ele não pode falar muito não..

Edited by Giganti

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dipunker    136

A estreia da décima sexta temporada do reality show “The Ultimate Fighter Brasil” se aproxima e a expectativa de ver o "Big Brother do MMA" na Rede Globo é grande. A primeira edição do TUF fora dos Estados Unidos estreia nesse domingo após outro reality, o Big Brother Brasil.

Os lutadores ficarão confinados na casa, uma mansão em São Paulo, comandados pelos treinadores Vitor Belfort e Wanderlei Silva, que se enfrentam em junho no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro. Enquanto não chega a hora, confira abaixo a mais recente chamada para o TUF Brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dipunker    136

Wanderlei Silva vê TUF como momento único para o MMA no Brasil

No próximo domingo estreia a primeira versão brasileira do The Ultimate Fighter (TUF). O reality show promovido pelo UFC quer encontrar as novas promessas do MMA. Entre os treinadores das duas equipes está o curitibano, Wanderlei Silva.

Para a disputa foram selecionados 16 atletas, separados em duas equipes com oito lutadores. Como treinador, Wanderlei tem a missão de auxiliar e bolar a melhor estratégia dentro das luta dos seus candidatos. Até agora foram 14 edições nos Estados Unidos. Essa é a primeira no Brasil. Para o curitibano o momento é único e pode ajudar a promover o esporte.

- É uma oportunidade única. Acho que finalmente o nosso esporte vai se visto por todo mundo que quiser ver. É um teste para o nosso esporte, mas ao mesmo tempo ele vai abrir as portas para novos praticantes e isso vai ser muito bom para a gente.

Os participantes que forem derrotados deixam a disputa e o campeão ganha um contrato com o UFC e a possibilidade de figurar entre os melhores lutadores. Wanderlei não ficará só no papel de treinador e, na final, prevista para o dia 23 de junho, fará um super combate com Vitor Belfort, que é o técnico do grupo adversário.

A dupla já se enfrentou no octógono. Em outubro de 1998, Belfort nocauteou o curitibano em 44 segundos de luta, com uma sequência incrível de socos. Revanche anunciada e aguardada por Wanderlei, que confessa estar ansioso pela luta.

- Eu já estou esperado essa oportunidade por um bom tempo. Finalmente ela chegou. E chegou em uma hora boa, no melhor momento possível, porque o esporte está muito mais em evidência do que antes. Uma vitória sobre ele vai me alavancar ainda mais no ranking.

Além do treinador, outros quatro paranaenses fazem parte do grupo que participa do TUF. João Paulo de Souza (Tuba) de Curitiba, faz parte da categoria peso-médio. Alexandre Ramos (Sangue), também de Curitiba, luta pelos pesos-penas. Ainda pelos pesos-penas, outro curitibano, Marcos Pancini (Vina), e Wagner Campos (Galeto) de Pinhais, estão no grupo.

O primeiro episódio do TUF vai ao ar no próximo domingo, logo após o programa Big Brother Brasil 12.

wand.jpg

Perdeu, está fora: 1º episódio do TUF Brasil elimina metade. Só 16 seguem

O MMA brasileiro terá mais uma página importante de sua história escrita neste domingo, logo após o Big Brother Brasil, quando irá ao ar na TV Globo o episódio inaugural do The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões. O reality show do UFC, pela primeira vez realizado fora dos Estados Unidos, garante aos campeões das duas categorias um contrato com a organização.

Os 32 participantes desta edição são brasileiros, e 15 estados estão representados. Entretanto, a metade já vai ser eliminada logo no primeiro episódio. Todos terão de fazer uma luta para poder entrar na casa do TUF e seguir no programa. Quem vencer garante a sua vaga.

Com os 16 classificados - oito do peso-pena e oito do peso-galo -, os treinadores Vitor Belfort e Wanderlei Silva vão escolher suas equipes. A partir daí, a cada edição do programa teremos novas eliminatórias até que restem os dois finalistas de cada categoria. As duas decisões serão transmitidas ao vivo pela TV Globo em data e local ainda a serem divulgados.

No peso-médio, nomes tarimbados

Dos 16 pré-selecionados para o peso-médio, há nomes conhecidos do público que acompanha o MMA, como por exemplo Francisco Massaranduba (10-1), lutador com passagem pelo Jungle Fight. Sérgio Moraes (6-1), tetracampeão mundial de jiu-jítsu (três deles na faixa-preta), é outro que surge como forte candidato. Delson Pé de Chumbo (23-6), também vencedor de um mundial da arte suave e com quase 30 lutas no currículo, é a voz da experiência no programa. E tem César Mutante (4-2), atleta que é pupilo de Vitor Belfort e treina nos Estados Unidos.

Confira as oito lutas da categoria:

Charles Maicon x Francisco Massaranduba

Cezar Mutante x Gustavo Labareda

Daniel Sarafian x Richardson Monstrão

Sergio Moraes x Thiago Rela

Tiago Bodão x João Paulo Tuba

Fabio Bolinho x Renee Forte

Gilberto Giba x Delson Pé de Chumbo

Leonardo Macarrão x Samuel Trindade

No peso-pena, expectativa por grandes lutas

No MMA, quanto mais leve a categoria, maior é a velocidade dos atletas. No peso-pena (até 65,8kg), os "baixinhos" do programa geram expectativa pela mescla de talentos de renome internacional com jovens em busca de espaço. É o caso, por exemplo, da luta entre Rodrigo Damm (9-5), que já disputou cinturão interino do Strikeforce, e Fabrício Guerreiro (14-1-0-1NC), atleta de 21 anos que foi apontado por um site americano como a maior promessa do peso-leve para 2012. Outros dois nomes chamam a atenção por fazerem parte de equipes de estrelas do MMA: Rony Jason (10-3) treina com Rodrigo Minotauro; e Alexandre Sangue (5-0) é pupilo de Maurício Shogun.

Confira as oito lutas da categoria:

Godofredo Pepey x Johnny Gonçalves

Rony Jason x Dileno Lopes

Hugo Wolverine x Alexandre Sangue

Rodrigo Damm x Fabricio Guerreiro

Fernando Guerra x Wagner Galeto

John Teixeira x Giovanni Soldado

Anistávio Gasparzinho x Rafael Bueno

Marcus Vina x Pedro Nobre

img_9359.jpg

No clima da estreia do TUF, Vitor Belfort alfineta equipe de Wanderlei

Um dos protagonistas do novo reality show "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões", o lutador Vitor Belfort acordou animado no dia da estreia do programa. Logo cedo neste domingo, o peso-médio do UFC utilizou seu Twitter pessoal para convocar os fãs e aproveitou para alfinetar a equipe do seu oponente e rival Wanderlei Silva, fazendo piada com o fato da cor do time adversário ser azul.

- Não percam hoje, time Vitor verde, Hulk, contra o time azul smurfs. O reality show mais aguardado - publicou Belfort.

Vitor Belfort e Wanderlei Silva são os treinadores do The Ultimate Fighter Brasil, que estreia neste domingo, na Rede Globo, após o Big Brother Brasil.

O programa começa com 32 lutadores, sendo 16 pesos-médios (até 83,9kg) e 16 pesos-pena (até 65,8kg). A metade sai logo no primeiro episódio, que tem combates eliminatórios - cada vencedor garante vaga na casa.

Na final do programa, Vitor e Wanderlei também vão se enfrentar. A luta deste ano dá a Wanderlei a chance de se vingar da derrota sofrida em 1998, no primeiro UFC Brasil, disputado em São Paulo, quando o "Cachorro louco" foi nocauteado por Belfort em apenas 44 segundos, com uma das sequências de golpes mais impressionantes de todos os tempos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leeo    30

Pô, vão ser todas 16 lutas hoje ?

O maluco daqui (Johnny Kabeça, o de preto com camisa de Jesus) pega o Godofredo, tomara que passe.

To torcendo pra aquele Massaranduba também.

Edited by Leeo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.