Home / Dieta e Nutrição / Como preparar a dieta para a semana inteira (meal prep)

Como preparar a dieta para a semana inteira (meal prep)

Saber como preparar a dieta para a semana inteira de forma antecipada, é a melhor maneira para facilitar a alimentação e obter mais ganhos.

Assim como a maioria das pessoas que estão na luta para melhorar o corpo, eu também já perdi o foco da dieta, comecei a perder refeições e finalmente desisti (e não foi uma única vez).

Clique aqui

Porém com o tempo eu fui percebendo que o problema não era necessariamente ter que comer, e sim administrar minha força de vontade para preparar todas as refeições e ainda ter que comer.

Depois que aprendi a preparar a dieta da semana antecipadamente, todos os meus problemas com alimentação acabaram e meus resultados mudaram visivelmente em questão de semanas.

E eu aposto que isto também pode estar influenciando seu progresso.

Pense.

Quem nunca chegou em casa cansando e ao lembrar que ainda precisava preparar uma refeição, preferiu comer algo mais fácil (e que fugia da dieta) ?

Pois é.

Todos nós já caímos nessa armadilha.

E quando isso começa acontecer, a busca por algo mais fácil e saboroso se torna mil vezes mais atraente do que seguir a dieta e isto contamina sua rotina para mudar o corpo.

Mas a partir do momento que você prepara a dieta da semana inteira, antecipadamente, tendo apenas o trabalho de aquecer a refeições para poder comer, as chances de você deixar isso acontecer são muito menores.

Neste texto você vai aprender passo a passo como organizar sua dieta antecipadamente, os cuidados necessários, e como nunca mais sabotar a alimentação por problemas deste tipo.

Clique aqui

Como preparar a dieta para a semana

1º Passo – Escolher as refeições

Na minha opinião, os melhores alimentos para se preparar antecipadamente são arroz branco/integral, carne moída (de patinho ou outro corte magro), frango, batata doce e ovos cozidos.

Estas refeições você pode fazer em grandes quantidades tendo o mesmo trabalho que teria pra fazer uma refeição única, e são fáceis para medir na balança.

E não fique preso apenas a estas refeições, sua criatividade é o limite: escolha as refeições que você consegue preparar e comer com maior facilidade que ainda atendam às necessidades da sua dieta.

Vale lembrar que este texto não pretende ensinar como fazer dieta ou quanto você precisa comer de cada alimento.

Mas como regra geral, se o objetivo é hipertrofia, é indicado colocar em cada refeição uma boa fonte de carbo, uma proteína e um vegetal.

Alguns exemplos simples de boas refeições para preparar:

Texto continua após a propaganda.

  • Arroz integral, patinho moído e couve-flor;
  • Batata doce, frango grelhado e vagem;
  • Macarrão integral, coxão mole e brócolis;
  • Hambúrguer caseiro de patinho, purê de batata e legumes.

2º Passo – Preparar e armazenar

Escolha um dia da semana que você tenha a maior disponibilidade e prepare as refeições escolhidas em quantidade suficiente para quantos dias você deseja ter comida.

Eu costumo cozinhar para três dias apenas, mas você pode cozinhar para até uma semana sem maiores problemas.

Apenas veja a quantidade de comida que você come em um único dia e multiplique pelo números de dias que você deseja cozinhar antecipadamente, assim você vai saber quanta comida precisa comprar e cozinhar.

Curta o Hipertrofia no Facebook também!

(Texto continua logo abaixo)

Bem, digamos que você vai cozinhar refeições suficientes para três dias e faz quatro refeições diárias, serão doze refeições no total.

Então pegue 12 potes de vidro (que possam ser usados no micro-ondas) e deixe eles abertos na mesa, vá preparando alimento por alimento e distribuindo entre os potes em porções idênticas.

como preparar a dieta para a semana inteira

Uma boa balança de cozinha vai te ajudar nisso (não custam mais que R$30 no Mercado Livre).

Depois de terminado, feche todos os potes corretamente e deixe na geladeira apenas o suficiente para comer por dois dias.

Independente se você fez comida para três ou sete dias, deixe o suficiente para dois dias e o restante no congelador (alguns alimentos, como a carne, já podem estragar depois de dois dias se não estiverem congeladas).

É bom tentar colocar os potes na geladeira assim que possível.

Quanto menos tempo a comida fica na temperatura ambiente, mas ela vai demorar para estragar.

3º Passo – Reaquecer a comida

Simples, aqueça usando o bom e velho micro-ondas.

Apenas use um recipiente de vidro, já que recipientes de plástico poderão soltar BPA quando aquecidos, o que pode elevar o seu nível de estrogênio (e baixar a testosterona).

Resolvi colocar um passo especifico sobre isto porque muitas pessoas perdem tempo tentando aquecer a comida usando outros métodos por pensarem que o micro-ondas destrói os nutrientes dos alimentos.

Isto é um mito.

Na verdade, ele pode preservar mais nutrientes do que o fogão por submeter a comida ao calor por menos tempo (1).

O único “porém” é que o micro-ondas usa as moléculas da água para aquecer o alimento, por isso, algumas vezes, a comida fica seca depois de aquecida.

Isto pode ser resolvido colocando um pouquinho de água no pote antes de pôr no micro-ondas.

Palavras finais

A realidade é que preparar a dieta para a semana é relativamente simples e óbvio.

Basta cozinhar uma vez para vários dias e refrigerar a comida adequadamente para não ter uma intoxicação alimentar e reaquecer usando o recipiente correto.

A questão do texto é fazer você, de fato, adotar este hábito e começar a fazer as coisas de forma antecipada.

Muitas pessoas ainda não adotaram esta prática para se alimentar e ficam à mercê da própria força de vontade para fazer todas as refeições só quando sentem fome.

Isto é um grande erro na dieta para hipertrofia.

Por mais que você seja determinado, fazer as refeições na hora abre uma brecha muito grande para fracassar na dieta.

Com o tempo você tende a se auto-sabotar e optar por coisas mais fáceis – é uma questão de tempo.

Não é a toa que virtualmente todos os fisiculturistas preparam suas refeições antecipadamente, pois este é o meio mais fácil e com menos chances de falhar.

Referências

1 – http://www.health.harvard.edu/staying-healthy/microwave-cooking-and-nutrition

Este texto ajudou você de alguma forma ? Avalie!
[Total de votos: 38 Média: 3.5]


MÁXIMA CONCENTRAÇÃO. MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO

Sobre Redação Hipertrofia.org

O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.
Clique aqui para saber mais

7 comentários

  1. Ótimo artigo
    Só o recipiente de vidro acaba sendo pesado e ocupa mais espaço que o de plástico.
    E como se deve pesar o alimento? Cru ou depois do preparo.

  2. João Paulo Araújo

    Por favor me tirem uma dúvida, que eu acredito não ser somente minha, mas de outras pessoas também.
    Por exemplo se eu levar para meu trabalho uma marmita de batata doce e frango cozido ou grelhado, ou uma marmita de arroz branco e alguma proteína, e deixar a marmita em temperatura ambiente, em até quanto tempo eu posso consumir aquele alimento?
    Será que se eu deixar fora da geladeira por algumas horas esses alimentos da marmita logo se estragam?

    • Bom, ate onde eu sei, depois de 5h mais ou menos emtemperatura ambiente a comida começa a entrar em processo de fermentação q é quando ela começa a não ficar boa mais para comer.

    • José Alexander

      eu levo uma pro trabalho às 7:00 e 12:00 ainda dá pra comer de buenas.

    • João, Eu faço assim. Congelo todas as marmitas e retiro do freezer somente na hora que saio para ir ao trabalho (cerca de 6:45 da manhã) e as levo em uma bolsa térmica pequena, cabem 2 marmitas, lanche da tarde e frutas.
      A das 12h (almoço) quando pego ainda tem pontos que estão congelados. A das 18h já não está congelada, mas nunca estragou. Ou seja, as marmitas congeladas e em bolsa térmica, duram até 12 horas, obviamente, que talvez a que como por ultimo (as 18h), não tenha totalmente o valor nutricional que vai se perdendo ao longo do dia (apenas um hipotese, não tenho conhecimento suficiente para garantir), mas não tenho problemas com essa dieta. E nunca tive problemas com comida estragada, já fazem uns 6 meses que sigo essa rotina. O importante e o que acho que da certo, é essa questão de manter congelado até a hora de sair de casa e ter uma boa bolsa térmica.

      • João Paulo Araujo

        Valeu pessoal! Obrigado pela atenção.
        Achei interessante essa ideia de congelar e levar numa bolsa térmica.
        Vou procurar comprar essa bolsa aqui na minha cidade.

  3. O microondas altera a organização das moléculas dos alimentos e isto reduz seus valores nutricionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários agressivos, ofensivos, com propagandas ou que não adicionam algo a discussão, não serão aprovados.

Simple Share Buttons