Home / Anabolizantes e Ciclos / Primobolan – para que serve, efeitos colaterais e ciclo

Primobolan – para que serve, efeitos colaterais e ciclo

Primobolan é um esteroide anabolizante considerado “fraco”, tanto em efeitos colaterais como efeitos anabólicos, mas justamente por isso ele é tão procurado.

O primobolan é o nome comercial usado para o hormônio esteroide metenolona.

Clique aqui

Foi fabricado tanto na foma injetável (metenolona enantato) como oral (metonolona acetato).

É provavelmente um dos esteroides anabolizantes mais conhecidos no mundo, principalmente pelos seus efeitos leves na saúde do usuário.

Tanto que o motivo para a criação do primobolan era tratar pessoas que sofriam de doenças que causam perda de massa muscular e peso corporal.

Também era usado para melhorar o sistema imunológico, auxiliar no combate à infecções, evitar perda de massa óssea e até perda de massa muscular causada pela idade.

Os efeitos colaterais em doses terapêuticas (não em doses para quem visa estética) era tão baixo que primobolan foi usado até mesmo para ganho de peso em crianças desnutridas.

Foi lançado em 1962 e foi produzido em massa até 1990, quando o seu principal fabricante na época, Schering, cessou a produção por conta da polêmica contra esteroides anabolizantes que ocorria nos Estados Unidos naquela época.

Hoje em dia, o primobolan ainda pode estar sendo fabricado em um seleto número de países como Espanha, Turquia, Japão, Paraguai e Equador, mas é comumente encontrado no mercado negro.

 

Efeitos do primobolan

Primobolan é um esteroide derivado do hormônio DHT, produzindo muitos dos seus efeitos.

Por exemplo: primo não pode ser convertido em estrogênio (como a testosterona), logo, ele não causa efeitos colaterais relacionados ao estrogênio como ginecomastia, pressão alta e retenção de líquidos.

Isto faz com que o usuário ganhe massa muscular sem retenção, gerando um aspecto sólido no físico (sem inchaço).

Clique aqui

Por conta disso, a maioria dos fisiculturistas usam este esteroide na fase de cutting (definição).

Mas devido a sua baixa potência anabólica, sendo até mesmo menor que a testosterona, primobolan não costuma ser usado em fases de bulking, sendo substituído por outras drogas mais anabólicas como nandrolona e dianabol.

Primobolan é usado em conjunto de outras drogas, já que sozinho produz poucos efeitos que geralmente não valem o custo-benefício.

Sozinho seria preciso utilizar dosagens relativamente altas, e primobolan é o anabolizante mais caro que existe (mais sobre isso logo a frente).

Efeitos colaterais do primobolan

Como já vimos, primobolan é derivado do DHT, isto significa que ele é uma forma modificada deste hormônio.

Texto continua após a propaganda.

Desta forma, ele carrega várias das suas características, tanto os efeitos esperados como os efeitos colaterais.

Como o primo não se converte em estrogênio, ele é perfeito para pessoas que temem problemas como ginecomastia, retenção de líquidos e pressão alta.

Porém, pessoas sensíveis ao hormônio DHT estarão em risco de sofrer alguns efeitos colaterais, mesmo com primobolan sendo uma droga fraca.

Os principais efeitos colaterais envolvendo o DHT, e consequentemente o primobolan, são:

1 – Queda de cabelo

Pessoas já suscetíveis a perder cabelo com facilidade poderão acelerar a perda usando primobolan, já que se trata de um derivado de DHT (principal hormônio envolvido na perda de cabelo).

Veja bem.

Perda de cabelo ocorre quando o DHT se liga aos receptores que estão no couro cabelo.

Algumas pessoas possuem mais receptores nessa região do que outras.

Em suma, se você já tem tendência a perder cabelo, usar primobolan vai acelerar o problema.

2 – Acne

O DHT, consequentemente o primobolan, também pode aumentar a incidência de acne, principalmente em pessoas predispostas a ter o problema.

Isto ocorre porque o aumento de DHT no organismo promove uma produção mair de oleosidade pelas glândulas sebáceas.

Pessoas que nunca tiveram problemas com acne, dificilmente terão algum problema com primbolan.

Mas o mesmo não ocorre com pessoas que já possuem acne, sem nem mesmo nunca terem usado esteroides.

Neste caso, em pessoas com predisposição, o quadro pode piorar.

3 – Diminuição na produção natural de testosterona

Assim como qualquer esteroide anabolizante, o seu uso afetará a produção natural de testosterona.

O organismo tenta equilibrar nossos hormônios a todo momento.

Curta o Hipertrofia no Facebook também!

(Texto continua logo abaixo)

Assim que ele percebe que há um excesso, a primeira coisa a acontecer é impedir que mais seja produzido, ou seja, sua testosterona natural vai diminuir.

Mas comparado com outras drogas, a supressão da testosterona causada pelo primobolan é pouca e pode ser revertida sem muitas dores de cabeça.

De qualquer forma, depois do seu uso, o usuário provavelmente necessitará realizar a devida tpc para voltar os níveis naturais de testosterona.

4 – Pode alterar o funcionamento de vários órgãos e saúde em geral

Qualquer esteroide vai alterar o funcionamento do organismo, consequentemente o funcionamento dos órgãos e da própria saúde.

A diferença é que alguns vão gerar mais danos e outros menos (que é o caso do primobolan).

A questão é que pessoa que já tenham qualquer problema de saúde, principalmente em órgãos vitais como coração, rins e fígado, deverão ficar bem longe de qualquer esteroide anabolizante.

 

 

Como costuma ser um ciclo de primobolan

Primobolan é usado principalmente nas fases de cutting/queima de gordura.

Dificilmente é usado na fase de ganhar massa muscular, pois não é uma droga altamente anabólica (há coisas “melhores” para este propósito).

Também costuma ser usada em conjunto de outras drogas com efeitos ou tempo de duração semelhantes.

Por exemplo (apenas um exemplo): muitas pessoas usam primobolan em conjunto de propionato de testosterona e trenbolona acetado, onde todas as drogas funcionarão de forma sinérgica no que diz respeito a meia vida delas no organismo.

Os ciclos com primobolan costumam durar 10 a 12 semanas (ou mais) já que os efeitos demorarão a surgir e usar menos do que isto pode simplesmente não produzir resultados satisfatórios.

As dosagens variam de 400 a 600mg por semana, tudo vai depender do nível de experiência do usuário e objetivo específico.

É válido lembrar que isto não é uma orientação ou prescrição para se usar primobolan – não existem níveis seguros para se usar esteroides anabolizantes.

Isto é apenas uma reprodução dos relatos dos próprios usuários, que podem ser encontrados na internet.

 

 

Vai comprar primobolan ? Leia isso

Primobolan original é extremamente difícil de ser encontrado, até mesmo nos paises onde supostamente o primo ainda é fabricado, não há garantia que isto está ocorrendo de forma oficial.

Em outras palavras, primobolan poderá ser obtido apenas através do mercado negro e feito em laboratórios clandestinos (underground).

Como primobolan também é uma das drogas mais caras (senão a mais cara), a compra se torna uma tarefa arriscada.

É muito fácil para o fornecedor simplesmente usar uma droga mais barata, mais forte e em menor quantidade, e vender como primobolan do que realmente arcar com os custos da matéria prima da droga real.

Em suma, não há garantias no mercado negro.

Novamente, não estamos fazendo apologia ao uso e compra de anabolizantes, mas sim dando um alerta.

Primobolan, por ser uma droga leve, atrai muitos iniciantes que estão entrando de paraquedas nesse mundo e é justamente este público que se torna o alvo preferido de vendedores inescrupulosos.

Palavras finais

Primobolan é um esteroide anabolizante relativamente seguro comparado aos seus “parentes” mais próximos.

Causa pouquíssimos efeitos colaterais no usuário e é ótima para ser usada em fases de cutting, onde o propósito é manter o máximo de massa muscular.

Referências

  1. Wiechert R. et al. Chem Ber. 93 (1960):1710.
  2. Methenolone acetate, Summary of information for clinical investigators, New Brunswick, NJ. The Squibb Institute for Medical Research, May 30, 1962.
  3. Anabolic effects of methenolone enanthate and methenolone acetate in underweight premature infants and children. New York State Journal of Medicine March 1, 1965, 645-8.
  4. Kruskemper H L et al, Exc Medica (Amsterd.) Congr. Ser. No. 51 (1962), 209.
  5. Weller O. Arzneimittelforsch. 12 (1962):234.
  6. Intern. Congr. Hormonal Steroids, Milan, 1962. Excerpta Med. Intern. Congr. Ser No. 51, p. 209. Excerpta. Med. Found., Amsterdam, 1962.
  7. Failure of non-17-alkylated anabolic steroids to produce abnormal liver function tests. J Clin Endocrinol Metab. 1964 Dec;24:1334-6.
  8. Fatal outcome of a patient with severe aplastic anemia after treatment with metenolone acetate. Ann Hematol. 1993 Jul;67(1):41-3. Tsukamoto N, Uchiyama T, Takeuchi T, Sato S, Naruse T, Nakazato Y.
  9. Comparative studies about the influence of metenolone acetate and mesterolone on hypophysis and male gonads. Trenkner R, Senge T, Hienz H et al. Arzneimittelforschung. 1970 20(4):545-7.

Este texto ajudou você de alguma forma ? Avalie!
[Total de votos: 1 Média: 1]


MÁXIMA CONCENTRAÇÃO. MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO

Sobre Redação Hipertrofia.org

O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.
Clique aqui para saber mais

Um comentário

  1. Primobolan, atroverin, Durabolin Quando eu chego lá na rua as pirigas sorri pra mim. Observe a falsidade depois da testosterona. Na rua é mó sucesso, na praça é mó fama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários agressivos, ofensivos, com propagandas ou que não adicionam algo a discussão, não serão aprovados.

Simple Share Buttons