Home / Dieta e Nutrição / Bulking sujo – 11 razões para você ficar longe desta tática

Bulking sujo – 11 razões para você ficar longe desta tática

Quem nunca ouviu alguém falar que para gerar hipertrofia é necessário comer tudo o que vier pela frente, sem frescura, do contrário esqueça os resultados ? Isto é chamado de bulking sujo.

Mas ao mesmo tempo que realmente é necessário comer mais do que o necessário para promover o ganho de massa muscular, não é necessário estragar seu corpo para isso.

Clique aqui

Para quem não sabe, uma dieta bulking normal (ou limpa) é a fase onde focamos a nossa dieta exclusivamente para o ganho de massa muscular, evitando ao máximo o ganho de gordura.

Já um bulking sujo é quando o foco da dieta é para ganho de massa muscular, mas sem se importar com a qualidade dos alimentos ou quanta gordura poderá ser adquirida durante este processo.

Muitas pessoas preferem fazer o bulking sujo com o intuito de acelerar as coisas e ganhar massa muscular em menos tempo, mas na maioria das vezes não é isto o que acontece.

E neste texto vamos explicar o porquê.

11 razões para evitar o bulking sujo a qualquer custo

Razão 1 – A gordura começará a fazer parte de você (é sério)

Células de gordura são como saquinhos e quanto mais gordura você coloca neles, maiores eles ficam.

Porém esses saquinhos tem uma capacidade limitada de armazenamento.

Clique aqui

A partir do momento que eles começam a ficar lotados, e como o corpo é uma maravilhosa máquina de acumular energia, esses saquinhos começam a se multiplicar em número.

Trocando em miúdos, quando você faz um bulking sujo pesado e começa a acumular gordura, vai chegar um ponto que as células de gordura poderão se multiplicar através de um processo chamado hiperplasia adipocitária.

É aqui que mora o problema.

Veja bem.

Quanto mais células de gordura você tem, mais fácil é o armazenamento de gordura.

Este é o principal motivo para pessoas obesas continuarem cada vez mais obesas (e com cada vez mais facilidade).

Isto significa que fazer um simples bulking sujo vai lhe transformar no homem mais obeso do Brasil ?

Não.

Isto significa apenas que se você ganhar gordura sem controle e por um tempo considerável, esta gordura ficará cada vez mais difícil de ser perdida no futuro e poderá atrapalhar muito a sua jornada a curto e longo prazo.

Razão 2 – Vai sabotar seus hábitos alimentares (talvez de forma definitiva)

A maioria das pessoas que adotam o bulking sujo não filtram a qualidade dos alimentos que são ingeridos e acabam consumindo boa parte dos nutrientes através de alimentos que geram sensação de conforto (leia-se alimentos gostosos).

Em outras palavras, pizza, doces, fastfoods e tudo o que gera prazer momentâneo ao ser ingerido.

Esta sensação boa que sentimos ao ingerir certos alimentos é causada principalmente pela liberação de dopamina.

Nosso cérebro ama dopamina e vai fazer de tudo para receber mais.

E quanto mais dopamina você dá a ele, mais acostumado ele fica e mais atividades que geram dopamina você vai precisar realizar para conseguir gerar a mesma sensação de conforto/prazer do início.

Por isso drogas que liberam dopamina (ex: cocaína) viciam quando usadas com frequência.

O que as pessoas não sabem é que ficar comendo porcarias gostosas, que liberam dopamina sem parar, gera um efeito muito parecido com os das drogas.

Em resumo, quanto mais porcarias você começa a ingerir, mais este hábito vai sendo reforçado no seu cérebro e mais difícil vai ficar para mudá-lo.

Claro, você não vai começar a vender os eletrodomésticos da sua mãe para bancar seu vício por Burger King, mas abusar desses alimentos definitivamente pode destruir seus hábitos alimentares.

E quanto maior o abuso, mais difícil vai ser voltar aos trilhos depois.

Por isso pessoas que evitam o bulking sujo (e fazem o bulking limpo) tem maiores chances de obter resultados e de uma maneira saudável.

 

Razão 3 – Menos sensibilidade à insulina

Quando você faz um bulking sujo,  comendo tudo o que vê pela frente, a porcentagem de gordura corporal inevitavelmente vai subir.

Isto proporcionalmente vai diminuir a sensibilidade do corpo à insulina, o que afeta o crescimento muscular.

Mas como ?

A insulina é uma proteína sinalizadora para músculos OU gorduras utilizarem aminoácidos e glicose.

Na teoria, células musculares que estão sensíveis à insulina irão recolher o máximo de glicose e aminoácidos.

Mas quando começamos a ganhar gordura por conta do excesso de ingestão de porcarias, a liberação de insulina aumenta, e pode dessensibilizar as células musculares.

Trocando em miúdos, se você diminui a sensibilidade à insulina, os músculos não vão conseguir usar a glicose e aminoácidos de maneira tão eficiente quando são ingeridos.

E como armazenar gordura é um processo metabolicamente mais barato, o corpo vai acabar armazenando o excesso de calorias como gordura.

Em suma, quanto mais acima do peso você está, maior é o acúmulo de gordura e menor é o crescimento muscular.

Razão 4 – Você vai se sentir mal

Não é preciso ser formado em nutrição para saber que açúcar, gorduras trans e alimentos processados em geral vão atrapalhar o sistema endócrino e mexer em coisas que vão fazer você se sentir mal a curto e longo prazo.

E são justamente esses nutrientes que vão estar presentes em qualquer bulking sujo.

Comendo mal toda hora (e ainda ganhando peso), você vai se sentir mal, letárgico, cansado, vai dormir pior e ainda vai ter ereções piores.

Talvez seja em um nível sutil que você não perceba imediatamente, ou pior, você já está acostumado e pensa que isso é normal.

Em todos os casos, comendo lixo, inevitavelmente, você vai se sentir um lixo.

Razão 5 – O corpo não consegue ganhar massa muscular tão rápido

Construir massa muscular – massa muscular de verdade – é um processo vagarosamente demorado para qualquer pessoa que já passou da fase de iniciante.

Para alguém que já está treinando há pesado por mais de um ano com dieta, ganhar 500g a 1kg de massa muscular por mês seria excelente.

Cinco meses fazendo um bulking da maneira correta você poderia ganhar cerca de 5kg de massa muscular, e isto seria espetacular.

Já fazendo um bulking sujo pesado você poderia ganhar até 20kg na balança no mesmo período.

Ótimo, não ?

Porém o que as pessoas não conseguem entender é que mesmo ganhando esses 20kg na balança, com muita sorte, apenas 5kg disso será de massa muscular.

O que estamos querendo dizer com tudo isso é que não importa quanto peso você consiga colocar fazendo bulking sujo, o corpo tem um limite de velocidade para conseguir ganhar massa muscular e provavelmente boa parte do peso ganho será em gordura (e água).

Razão 6 – Músculos flácidos

Quando o corpo começa a ser inundado por um excesso de calorias, glicose, e tudo mais, além de armazenar mais gordura no próprio tecido adiposo, ele também pode armazenar gordura dentro dos músculos.

Isto é chamado de armazenamento de triglicerídeos intramuscular.

É por isso que muitas pessoas que ganham massa muscular usando um bulking sujo (e acabam ficando semi-obesas) aparentam ser extremamente flácidas.

E não é apenas um problema cosmético.

Gordura intramuscular também atrapalha a síntese de proteínas e crescimento muscular subsequente.

Razão 7 – Metabolismo preguiçoso

Cada vez que você faz um bulking sujo, gradualmente vai ficando cada vez mais difícil perder gordura.

Este fenômeno é relacionado aos danos metabólicos por reduzir o metabolismo de novo e de novo como um efeito sanfona.

Isto pode ocorrer ao ponto de que um dia o ato de perder gordura fica próximo do impossível e ganhar gordura é extremamente fácil até mesmo no acréscimo mais discreto de calorias.

Razão 8 – Não confunda o fato de que fisiculturistas fazem bulking sujo com sucesso

porque bulking sujo não vale a pena para ganhar massa

O bulking sujo é uma técnica que surgiu dos próprios fisiculturistas, que longe das competições comiam tudo o que viam pela frente com o objetivo de ganhar mais massa muscular – e funcionava.

Mas o fato de funcionar para eles, infelizmente, não significa que vai funcionar para nós, meros mortais.

Entenda.

Existe uma grande diferença em fazer um bulking sujo com o auxilio de drogas anabólicas, que amplificarão a absorção dos nutrientes e inibirão o acúmulo de gordura e fazer o mesmo bulking sujo dependendo dos hormônios que o próprio corpo produz.

Além disso, mesmo que fisiculturistas acumulem gordura excessiva durante o bulking, eles também tem inúmeros artifícios não naturais para perder o excesso de forma  rápida depois.

Uma pessoa comum, natural e que treina sem o auxílio de qualquer ergogênico, jamais vai conseguir o mesmo.

Portanto jamais se compare com fisiculturistas profissionais ao tentar justificar um bulking sujo.

Razão 9 – É simplesmente ruim para sua saúde

Sim, existem inúmeros hábitos que podem fazer mal para a sua saúde como fumar, consumir bebidas alcoólicas e coisas do tipo.

Mas não se engane ao pensar que comer uma montanha de calorias vindas de alimentos ruins não faz mal a saúde só porque possui um propósito (no caso, tentar ganhar massa muscular).

E você pode fazer uma montanha de exercícios para tentar equilibrar a equação, mas nada vai compensar uma dieta ruim.

Um bulking sujo, contendo uma enorme quantidade de alimentos ruins, pode influenciar vários marcadores de saúde.

Bagunçar com sua glicemia, alterar os seus lipídios, mudar pressão arterial e muito mais.

Porque adotar uma estratégia que pode ser prejudicial, se existem outras que vão gerar MAIS resultados e ainda são saudáveis ?

Não faz muito sentido.

Razão 10 – Você pode perder tudo na hora de queimar gordura

Ok, imagine o melhor cenário possível, onde você fez um bulking sujo e ganhou uma boa proporção entre massa muscular e gordura (algo improvável pelo o que já vimos).

Agora basta fazer um cutting de forma consistente e todo o excesso de gordura vai embora, e só vai ficar a massa muscular.

Fácil, não é ?

Na verdade, não.

Queimar gordura sem perder massa muscular não é a tarefa mais fácil do mundo (e qualquer pessoa que já tenha tentado, sem medo, vai confirmar o mesmo).

Na verdade, mesmo que você tome todas as precauções possíveis para não perder massa muscular, um pouco ainda será perdido.

Isto é normal e esperado.

Acontece que como em um bulking sujo você provavelmente ganhou mais gordura do que deveria, a fase de cutting precisará ser mais longa também (porque mais gordura precisará ser perdida).

E quanto mais longa a fase de cutting, maiores serão as perdas em massa muscular.

Simples assim.

Por conta disso, fazer um bulking limpo, onde o ganho de gordura é controlado, é sempre mais vantajoso, pois quando chegar a hora de perder o excesso de gordura, você passará menos tempo sofrendo com dieta restritiva, pois terá menos gordura a perder e, desta forma, perderá menos massa muscular.

Razão 11 – Poderá ser difícil reverter a situação posteriormente

É muito confortável comer tudo o que gostamos, sem se importar muito com as calorias, só comer coisas gostosas, sem se controlar ou ter que contar calorias.

Mas você já fez um cutting de verdade ?

Sem querer assustar você, mas fazer cutting significa, em muitos sentidos, fazer o oposto do que descrevemos acima.

E nem todos estão aptos a restrigir as calorias, cortar alimentos que gosta da dieta, sofrer com falta de força nos treinos, passar fome, etc…

Na verdade, se fosse fácil fazer um cutting e perder gordura, não existiria obesidade.

Mas não é isso que vemos, não é ?

Muitas pessoas que entram em um bulking sujo agressivo acabam ficando preso nele para sempre.

Não é a toa que vemos várias pessoas nas academias fazendo o famoso bulking eterno.

Elas até tentam queimar gordura, mas não demora muito e voltam aos hábitos antigos (simplesmente por não conseguir mudar).

 

 

Palavras finais

A não ser que você seja um fisiculturista que está consumindo grandes quantidades de esteroides anabolizantes, hormônios tireoidianos e GH diariamente, bulking sujo definitivamente não é a estratégia mais eficiente – nem mesmo se você for um ectomorfo.

Ectomorfos podem precisar comer mais do que outras pessoas para ganhar peso, mas isto também não significa comer apenas lixo e ficar obeso posteriormente.

Independente de qual seja sua genética, o melhor bulking é aquele que você consegue crescer com o mínimo de acúmulo de gordura.

Isto significa  comer apenas o suficiente para gerar hipertrofia, mas não para ficar obeso.

Dentro dessa regra, você também não precisa comer apenas frango e batata doce. Não entenda errado.

Apenas tenha certeza que a maioria das suas calorias vem de bons alimentos, mas também tenha um espaço para os “lixos” para aumentar a flexibilidade e longevidade da dieta.

E quando não for possível comer corretamente, em último caso é melhor comer (qualquer coisa) do que não comer.

E se o texto ajudou você de alguma forma, considere assinar nossa lista de emails, desta forma você será o primeiro a ser avisado quando um novo texto como este for lançado.

Basta clicar aqui e colocar o seu email principal.

Caso preferir, você também pode curtir nossa página no Facebook. Avisaremos por lá também e tudo o que você precisa fazer é clicar no "curtir" abaixo :).

MÁXIMA CONCENTRAÇÃO. MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO

Sobre Redação Hipertrofia.org

O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.
Clique aqui para saber mais

Um comentário

  1. já fiz e recomendo. Além do ganho de MM, o ganho de força durante o período tbm é absurdo. ganhei +- 10kg de mmusculo e 10 de banha. Cut lento de 1 ano quase. mantive 11 dos 20kg ganhos e 12-13 de bf. Supino foi pra 44 cada lado e terra 77 cada lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários agressivos, ofensivos, com propagandas ou que não adicionam algo a discussão, não serão aprovados.

Simple Share Buttons