Home / Suplementação / Suplementos para quem faz academia [os melhores e piores]

Suplementos para quem faz academia [os melhores e piores]

Dos milhares de suplementos para quem faz academia que existem para hipertrofia, se fosse possível filtrar em uma lista pequena, quais seriam os melhores e que vão trazer mais resultados ?

Neste texto veremos quais são os melhores suplementos e qual é o ponto positivo e negativo de cada um, para que você possa tomar uma decisão melhor na hora de comprá-los e evitar os que são perda de tempo.

Clique aqui

Lista com os melhores suplementos para quem faz academia

suplementos mais usados por quem faz academia

1 – Proteínas em pó

Porque valem a pena: proteínas como whey, caseína, albumina, são simplesmente alimentos em pó que conseguem fornecer uma grande quantidade de proteína de uma maneira mais conveniente que refeições sólidas.

Como usar corretamente: suplementos proteicos – incluindo o whey protein – podem ser usados em qualquer horário do dia onde uma refeição sólida contendo proteína seria bem vinda, principalmente antes e depois da academia.

Pontos negativos:

  1. Algumas proteínas em pó podem custar relativamente caro, fazendo com que refeições sólidas na maioria das vezes tenham maior custo-benefício.
  2. Proteínas em pó não são sinônimos de maiores resultados, são sinônimos de maior comodidade.

2 – Creatina

Porque vale a pena: creatina é um dos suplementos para quem faz academia mais estudados no mundo e tem a sua eficácia comprovada cientificamente. A creatina é um dos poucos suplementos que pode prometer aumento de força e explosão muscular e realmente cumprir, mesmo sendo natural e sem efeitos colaterais.

Como usar corretamente: tome no máximo 5 gramas de creatina em qualquer horário do dia. A creatina funcionará através do acúmulo total no organismo e não por ser tomada em horários específicos do dia.

Clique aqui

Pontos negativos: algumas pessoas simplesmente não conseguem “segurar” uma quantidade significativa de creatina no organismo, fazendo com que o suplemento não gere os efeitos esperados.

3 – Estimulantes de testosterona e vasodilatação

Testosterona é o principal hormônio envolvido na hipertrofia muscular, aumentando a síntese proteica, retenção de massa muscular e aumentando a força.

Já a vasodilatação ajuda no aumento do calibre das veias e consequentemente quantos nutrientes chegam aos músculos no treino.

Usar suplementos que aumentam a testosterona e vasodilatação podem ser uma ajuda extra para ganhar massa muscular.

Farmácias de manipulação como a Oficial Farma vendem kits com compostos que contém todos os nutrientes capaz de elevar a testosterona natural e ainda aumentar o “pump” (vasodilatação).

4 – Multivitamínico

Porque vale a pena: pessoas comuns conseguem suprir toda a sua necessidade por vitaminas e minerais através da dieta. Porém, pessoas que treinam pesado e exigem muito mais do organismo, correm um risco maior de deficiências em certos nutrientes.

Ao usar um multivitamínico você garante que todos os processos do organismo estarão em pleno funcionamento. Garantindo a máxima recuperação, construção muscular e ainda auxiliando o sistema imunológico.

Em suma, o multivitamínico é um ótimo suplemento para quem faz academia visando hipertrofia ou queima de gordura.

Como usar corretamente: tomar a dosagem indicada no produto (cada multivitamínico possui uma diferente) preferencialmente durante uma refeição mista (com proteínas, carboidratos e gordura). Isto maximizará a absorção de certos nutrientes.

Pontos negativos: existem muitas marcas de multivitamínicos que seguem a indicação defasada dos órgãos de saúde para decidir quantas vitaminas e minerais você precisa, sendo que pessoas que treinam, às vezes, necessitam de muito mais. Com isto dito, para comprar um multivitamínico que preste você terá que desembolsar mais e os bons não são tão fáceis de achar no Brasil.

5 – Cafeína

Porque vale a pena: a cafeína (o principal ingrediente em 99% dos suplementos pré-treinos) é outra substância com eficácia comprovada cientificamente que pode melhorar a força, resistência muscular, performance anaeróbica e de quebra acelerar o metabolismo.

Como usar corretamente:

  1. Através do café: uma xícara grande de café 30 minutos antes do treino já é o suficiente para gerar os efeitos esperados.
  2. Através de suplementos pré-treino: siga a orientação expressa no rótulo do produto (cada produto possui concentrações diferentes e formulações diferentes).
  3. Através de cápsulas de cafeína: 100 a 200mg 30 minutos antes do treino.

Pontos negativos:

  1. Algumas pessoas são sensíveis demais a cafeína: pessoas sensíveis poderão sofrer efeitos colaterais como ansiedade, tremores e insônia ao usar cafeína. Portanto, ao começar a usar, sempre inicie com doses menores para verificar sua sensibilidade.
  2. O organismo tende a criar resistência: o bem estar e aumento de força gerado pela cafeína é visível desde o primeiro dia. Contudo, com o tempo, o corpo tende a se acostumar e cria resistência, fazendo você parar de sentir os efeitos benéficos. E não adianta aumentar a dose – apesar de voltar a sentir os efeitos temporariamente, os colaterais e riscos não valem a pena.

Suplementos úteis para quem faz academia, mas que não são essenciais

Bom, já falamos sobre os suplementos para quem faz academia que realmente funcionam e valem o investimento.

Agora veremos alguns suplementos que apesar de gerarem benefícios, possuem um custo x benefício ruim e nem sempre valem o dinheiro que você teria para gastar neles.

1 – BCAAs

Porque são secundários: Os BCAAs ou aminoácidos de cadeia ramificada são, de maneira resumida, essenciais para reparar células, tecido muscular, formar enzimas, anticorpos e auxiliar no sistema hormonal.

Você deve estar pensando, “como algo assim caiu na categoria secundária ?”.

O problema é que qualquer fonte de proteína completa, desde carne até whey protein, já possui uma quantidade significativa de BCAAs, fazendo com que o ato de comprar um produto específico apenas pelos BCAAs tenha um custo-benefício ruim.

Muitas vezes é melhor investir em um bom whey protein do que gastar ainda mais comprando um BCAA de marca confiável.

2 – Glutamina

Porque são secundários: a glutamina é um aminoácido não essencial produzido pelo próprio organismo. É importante para o aparelho digestivo, sistema imunológico e principalmente para a massa muscular. Quanto mais glutamina tivermos nos músculos, melhor.

O problema ? Pesquisas indicam que quando ingerimos glutamina, a maior parte dela é “roubada” pelo intestino fazendo com que pouca glutamina chegue até os músculos.

E enquanto isto é ótimo para o nosso aparelho digestivo e sistema imunológico, os benefícios relacionados a hipertrofia (que é a principal promessa da glutamina) não são claros.

3 – Barras de proteína

Porque não valem a pena: apesar de práticas, a maioria das barras de proteínas são caras e possuem diversos nutrientes que não são interessantes para o ganho de massa muscular.

Exemplos: a maioria das marcas afirma que o produto contém whey protein e outras proteínas “nobres”, mas em 99% das vezes são constituídas de proteína de soja.

E ainda contém adoçantes artificiais como aspartame que possuem ligação comprovada com várias doenças. Se realmente for comprar, fique atento aos ingredientes expostos no rótulo.

Você estará melhor servido fazendo a sua própria barra de proteína ou simplesmente tomando shakes.

Suplementos que na maioria das vezes não valem o investimento

E quanto a produtos que simplesmente não oferecem benefícios suficientes para a sua compra ? Aqui vão alguns que se encaixam perfeitamente nesta descrição.

1 – Tribulus Terrestris

Porque não vale o investimento: a principal promessa do tribulus terrestris no quesito ganho de massa muscular é aumentar naturalmente os níveis de testosterona e consequentemente acelerar a força e ganho de massa muscular.

O problema ?

Nenhum estudo científico conseguiu confirmar estas propriedades. Ao mesmo tempo que o tribulus pode contribuir para o aumento do apetite sexual, isto não tem relação com ganhos de massa muscular.

2 – Estimuladores de GH

Porque não vale o investimento: enquanto alguns nutrientes naturais realmente podem aumentar os níveis de GH de forma discreta, o problema está na proposta exagerada dos ditos “estimuladores de GH”.

Estes geralmente usam nomes apelativos como “HGH”, “Drol”,“Somato-não-sei-oque”… citam pesquisas científicas de baixa qualidade, prometem gerar resultados espetaculares em tempo mínimo e usando o produto sozinho.

Isto é simplesmente irreal ou no máximo improvável.

Mesmo que você use todas as formas naturais do mundo para aumentar este hormônio, o aumento será discreto e, infelizmente, não será o suficiente para mudar os seus resultados da água para o vinho (pelo menos não da maneira que estes produtos prometem).

O que achou do guia ? Resta alguma dúvida quanto um suplemento ? Gostaria de sugerir algum ? Compartilhe sua opinião através dos comentários abaixo.

E se o texto ajudou você de alguma forma, considere assinar nossa lista de emails, desta forma você será o primeiro a ser avisado quando um novo texto como este for lançado.

Basta clicar aqui e colocar o seu email principal.

Caso preferir, você também pode curtir nossa página no Facebook. Avisaremos por lá também e tudo o que você precisa fazer é clicar no "curtir" abaixo :).

MÁXIMA CONCENTRAÇÃO. MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO

Sobre Redação Hipertrofia.org

O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.

Clique aqui para saber mais

4 comentários

  1. sou iniciante na academia gostaria de saber se eu posso começar com suplemento e qual seria melhor pra mim?

    • Tanto faz, essa pergunta é tão comum e é a mesma coisa de você perguntar se você pode se alimentar, pois não vai fazer a mínima diferença tomar suplementos ou não.

      Recomendo procurar um nutricionista e seguir uma dieta, é um investimento 150% melhor.

      Fuja do marketing, todo mundo fala bem, mas todo mundo é pago pra falar bem.

      Nesse post mesmo você encontra alguns…

      Não vou entrar em detalhes, mas já foi provado que multivitamínicos não ajudam em nada, mesmo os top dos top que você encontra no exterior… eles podem até fazer mal.

  2. E a beta alanina?

  3. Luiz Roberto Ortwein Domingos

    Muito boa a matéria. O vocês têm a dizer do Mr Skull?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários agressivos, ofensivos, com propagandas ou que não adicionam algo a discussão, não serão aprovados.

Simple Share Buttons