A dor é um indicador de dano muscular. É um sinal de que você treinou pesado e tem a dor para provar. Mas muito pouco se sabe sobre os mecanismos que envolvem esta dor. Podemos treinar com dor ? Provavelmente, mas não é só isso…

dor muscular2 Devemos treinar mesmo sentindo dor muscular do treino anterior ?Qualquer exercício ou treino novo causará algum grau de dor que geralmente atinge seu pico em 48 horas, estas dores também são conhecidas como DOMS(Delayed Onset Muscle Soreness ou em português: dor muscular tardia). Se você realmente aniquilou os músculos no treino, a dor pode durar até uma semana.

Essa dor originada pelo treino é sinal de que haverá crescimento muscular ? Não pelo que eu tenho visto. Na verdade, meu objetivo ao treinar clientes é tomar todas as medidas para minimizar as dores. Rápido crescimento muscular requer treino frequente e fica meio difícil treinar qualquer coisa se você mal consegue mexer os braços.

Mas então, devemos treinar mesmo sentindo dores musculares ? Se passou mais de 48 horas, sim. Mas vale lembrar que estamos falando de dor muscular tardia e não lesões causadas pelo treino. Quando você treina com a dor muscular tardia, você percebe que ao passar do tempo as dores diminuem. Minha colocação é de que treino frequente poderá acelerar o processo de recuperação muscular.

Algumas dicas importantes: se o peitoral está doendo na quarta-feira por causa das paralelas que você fez na segunda, não treine o peito novamente usando as paralelas na quarta. Use um exercício diferente. Segundo, use menos carga e mais repetições.

Varie as cargas e os exercícios durante a semana, desta forma você poderá treinar até mesmo com dor. Faça isso e eu garanto que a sua recuperação ficará mais rápida. Afinal, atletas que treinam com mais frequência são os que raramente ficam doloridos no dia seguinte. Isto não é uma coincidência.

Texto por: Chad Waterbury
Traduzido e adaptado por: Equipe Hipertrofia

 

Seja avisado por e-mail quando um novo artigo for lançado.
Clique aqui